PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Datena reclama com equipe e pede: "Não vamos fazer sensacionalismo barato"

Datena critica equipe do "Brasil Urgente", ao vivo, durante a cobertura da queda do avião da Chapecoense - Divulgação
Datena critica equipe do "Brasil Urgente", ao vivo, durante a cobertura da queda do avião da Chapecoense Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

02/12/2016 17h53

José Luiz Datena deu uma bronca em sua equipe durante a cobertura ao vivo, no "Brasil Urgente", da Band, nesta sexta-feira (2), sobre a queda do avião que levava a equipe da Chapecoense à primeira final internacional, em Medellín, na Colômbia, na última terça-feira.

Datena estava conversando com o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, em relação ao velório na cidade de Chapecó (SC), e foi interrompido por alguma pessoa através do ponto eletrônico para ser informado sobre os números da audiência do programa naquele momento.

Irritado, o apresentador pediu à equipe para não "confundir as bolas" e "não fazer sensacionalismo barato", porque o momento é delicado, de respeito, e o que se espera é no mínimo "dignidade".

"Eu não estou aqui por causa de audiência, se vocês quiserem um cara por causa de audiência, botam outro cara aqui [no meu lugar]. Eu estou vivendo da mesma forma que as pessoas do outro lado da televisão estão vivendo, um momento de extremo sentimento. Não vamos começar a confundir as 'bolas' e fazer sensacionalismo barato aqui, não. Se for para me interferir para passar informação, pode interferir, agora se for para passar audiência, nem precisa falar comigo mais", esbravejou.

Após o término da conversa com o governador, Datena voltou a reclamar com a sua equipe, no ar. "Não estou aqui para ler números, não sou matemático, não ganho por audiência, eu ganho por trabalho realizado com dignidade, o que se espera é dignidade principalmente num momento como esse. Não me encham a paciência, não, esse é um momento de respeito", finalizou.

Televisão