Televisão

Após emoção, Galvão Bueno fala em "7 horas de uma transmissão sofrida"

Reprodução/Globo
Galvão Bueno na transmissão do velório da equipe da Chapecoense Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, em São Paulo

03/12/2016 20h04

Após emoção, ao vivo, durante a cobertura do velório de jornalistas, jogadores e delegação da Chapecoense, mortos na queda do avião da LaMia, na Colômbia, Galvão Bueno agradeceu na noite deste sábado (3) as centenas de mensagens de carinho enviadas por internautas e disse que se emocionar, chorar, principalmente com o sofrimento de pessoas que nem conhecemos, é uma atitude digna. E concluiu dizendo: "Não quero jamais fazer outras 7 horas de uma transmissão tão sofrida."

"Foram dias difíceis. Pensando sempre no sofrimento de familiares e amigos que perderam pessoas queridas. No meu próprio sentimento pelos amigos que perdi. Temos sim que tentar sair mais fortes e justos dessa tragédia. E entender que se emocionar, chorar, principalmente com o sofrimento de pessoas que nem conhecemos, é uma atitude digna. Mais uma vez muito obrigado pelo carinho de vocês. Mas não quero jamais fazer outras 7 horas de uma transmissão tão sofrida", escreveu Galvão, em seu perfil numa rede social.

O principal narrador do Brasil ficou visivelmente abatido ao narrar a chegada dos corpos da comissão técnica, dirigentes e jogadores da Chapecoense, além de alguns jornalistas a Chapecó para o velório coletivo na Arena Condá.

"Que Deus os abençoe. Sejam muito bem-vindos, meninos, no retorno à casa", disse ele, com a voz embargada, já na manhã deste sábado. "Lamentavelmente a equipe volta desta maneira", completou ele sobre a chegada dos corpos das vítimas.

O acidente com o avião da Chapecoense deixou 71 mortos e seis pessoas sobreviventes, entre eles os jogadores Alan Ruschel, Follmann e Neto e o jornalista Rafael Henzel.

Além da equipe e da delegação da Chapecoense, morreram ainda parte da tripulação e outros 20 profissionais de imprensa (produtores, cinegrafistas, repórteres, narradores e comentaristas), de vários veículos, (como Globo, FOX Sports e RBS TV).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Topo