PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Confissão de Bill Cosby poderá ser usada contra ele em novo julgamento

Bill Cosby é acusado de abuso sexual por mais de 50 mulheres - Mark Makela/Reuters
Bill Cosby é acusado de abuso sexual por mais de 50 mulheres Imagem: Mark Makela/Reuters

Do UOL, em São Paulo

05/12/2016 22h26

Um juiz de Mongomery, Pennsylvania, definiu nesta segunda-feira (5) que um depoimento em que Bill Cosby confessa ter tido relações sexuais com adolescentes e oferecido drogas para uma mulher em troca de sexo poderá ser usado contra o ele no próximo julgamento.

Os advogados de Cosby queriam que o depoimento não fosse usado porque o promotor Bruce L. Castor Jr. havia prometido não processar o ex-apresentador em troca de sua cooperação na ação movida por Andrea Costand.

A confissão de Cosby veio à tona em julho de 2015 depois que o promotor que substituiu Castor decidiu reabrir o caso de Constand. O depoimento foi decisivo para que o processo fosse reaberto em dezembro passado.

Cosby é acusado de drogar e abusar sexualmente de Constand, uma ex-funcionária da Universidade de Temple hoje com 43 anos. O crime teria acontecido na mansão do ex-apresentador, de 79 anos, em 2004. Ele alega ser inocente em outros 50 casos parecidos.

O novo julgamento de Cosby está marcado para acontecer em junho.
 

Famosos