Televisão

Leda Nagle fala em falta de caráter sobre sua demissão: "Fiquei perplexa"

Reprodução/Facebook/SemCensura
A jornalista Leda Nagle, que apresentou o "Sem Censura" por 20 anos Imagem: Reprodução/Facebook/SemCensura

Do UOL, em São Paulo

08/12/2016 10h56

Informada de sua demissão na quarta-feira (7), Leda Nagle está perplexa pela forma como foi desligada da TV Brasil - emissora na qual comandava havia 20 anos o programa "Sem Censura". A jornalista disse que foi pega de surpresa com a decisão e criticou a postura do canal, que segundo ela não teria honrado um compromisso já firmado.

"Mais do que triste, fiquei perplexa com a falta de caráter em dar a palavra de que estava tudo certo, que o contrato seria renovado, deixar a pessoa trabalhar normalmente, sem contrato, acreditando na palavra empenhada e aparecer com advogado, um aditivo e esta desculpa esfarrapada da falta de dinheiro", escreveu ela em sua conta do Facebook nesta quinta.

Leda disse que procurou a direção da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para tratar da possível renovação de seu contrato, que chegou ao fim em 5 de novembro.

"Fizemos três reuniões falando do assunto, cumpri as regras burocráticas e continuei no ar, mesmo sem contrato, cumprindo minhas obrigações de acordo com as normas que acreditava vigentes. Tanto o Presidente da EBC como seus subordinados também agiam como se tudo estivesse certo. Segundo me diziam eles, 'o contrato está acabando de ser feito pelo jurídico'", afirmou.

Na tarde da última quarta-feira ela disse ter sido convocada para uma reunião, em que foi apresentado o novo modelo de contrato: "Apresentaram um aditivo (tipo um remendo de contrato) que vale por dois meses e termina dia 5 de janeiro, coincidentemente dia do meu aniversário. 'Estamos sem dinheiro para continuar. Você fica até 5 de janeiro. Em março você propõe alguma coisa e a gente pode até conversar'".

"Portanto fui demitida ontem pelo Laerte Rimoli, á uma hora da tarde. Claro que fiquei triste. Tenho 40 anos de televisão. Estou fazendo o Sem Censura há quase 21 anos. Gosto muito do programa e da minha equipe", lamentou.

Nagle ainda disse que, apesar da justificativa financeira, a emissora não procurou encontrar outra solução: "Não houve nenhuma proposta de redução do valor do contrato, nenhuma tentativa de composição, nem nas reuniões anteriores nem á uma hora da tarde de ontem, quando Laerte Rimoli me demitiu. Foi assim. Foi muito feio. Fiquei e estou muito triste. Mas vida que segue. Sou uma mineira guerreira. Bola pra frente, com certeza. Se Deus quiser".

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Leda ganhou flores da equipe do "Sem Censura" nesta quarta-feira: "Olha como fui recebida hoje pela minha valorosa equipe! Perco muita coisa mas não perco a amizade e o carinho de vocês por nada! Com certeza! Se Deus quiser!", disse ela, que ainda completou no Instagram:

"Sabe quantos são? Onze pessoas incluindo os editores. Na produção, fazendo um programa de qualidade de uma hora e meia diária, somos oito! Obrigada, queridas guerreiras! Valeu! Com certeza!".

Apresentadora descarta aposentadoria
Leda Nagle descarou aposentadoria, segundo a colunista Flavio Ricco, do UOL.

"Mas isso não significa meu fim na televisão. Estou na pista e vou ficar na espera de alguém me chamar. Ainda tenho muita coisa pra fazer", declarou.

TV Brasil fala em "reexame"
Procurada pela reportagem do UOL, a TV Brasil não confirmou a demissão da jornalista e afirmou que a "renovação do contrato da apresentadora Leda Nagle está sob reexame da direção da empresa".

"A EBC está empenhada em manter o 'Sem Censura' na grade de exibição da TV Brasil com a apresentadora à frente do programa, mas está sendo obrigada a rever este e outros contratos devido à severa restrição orçamentária por que passa a Empresa e o País de forma geral. A ideia é fazer uma repaginação do programa em 2017", diz o texto.

E termina: "No comando do 'Sem Censura' há 20 anos, Leda Nagle é parte importante da história, não só da TV Brasil, como da televisão brasileira por sua competência, eficiência e profissionalismo".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
Topo