PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Participante do "Jogo de Panelas" é acusado de racismo por espectadores

William, participante do "Jogo de Panelas", foi acusado de racismo por fantasia de "nega maluca" - Reprodução/Globo
William, participante do "Jogo de Panelas", foi acusado de racismo por fantasia de "nega maluca" Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, em São Paulo

12/12/2016 16h21

A 21ª edição do “Jogo de Panelas”, competição culinária do “Mais Você”, começou com polêmica nesta segunda-feira (12). Internautas acusaram o participante William de racismo.

Primeiro da disputa a preparar o jantar, William escolheu para a noite o tema “Sexo Oposto”. Ele se vestiu de “nega maluca” e pintou o rosto de preto – prática conhecida como “blackface”, que é considerada racista. No passado, ela era utilizada por atores de teatro brancos, que pintavam o rosto de preto para interpretar um negro de forma caricata.

Ao falar de seu tema, William disse que o havia escolhido por conta da diversidade: “Tudo da diversidade traz a alegria”.  

Nas redes sociais, espectadores criticaram o programa por conta da caracterização do participante. “Sou negra, tenho Black, não tenho sobrancelhas brancas, não sou maluca e não me visto como uma retardada, então BlackFace é ridículo”, escreveu uma mulher no Twitter. “Blackface logo cedo Ana Maria? Vergonha alheia...”, afirmou outro internauta.

Outro participante do “Jogo de Panelas”, Rafael, opinou sobre a polêmica em seu perfil no Twitter e mencionou outra atitude de William que considerou preconceituosa: o nome “será que ele é?”, dado ao prato de entrada.

“As intenções foram boas, mas: ‘será que ele é’ é homofóbico, nega maluca é racista, cor feminina é machismo”, escreveu Rafael. 

A Globo foi procurada pelo UOL, mas não respondeu às solicitações até a publicação deste texto. 

Veja abaixo as outras críticas feitas por espectadores: 

 

 

 

Televisão