Globo de Ouro

De bruxa a rainha: conheça Claire Foy, vencedora do Globo de Ouro

Divulgação
Claire Foy interpreta a Rainha Elizabeth 2ª na série "The Crown", da Netflix Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

09/01/2017 16h03

A britânica Claire Foy não caiu de paraquedas ao ser escolhida a melhor atriz pela série "The Crown" no Globo de Ouro que aconteceu no domingo (8) em Los Angeles, Estados Unidos.

Escolhida para dar vida a Elizabeth 2ª, que na primeira temporada da série da Netflix se vê diante do conflito entre a coroa e seus dramas pessoais, ela tem uma carreira extensa especialmente na televisão.

Divulgação
Claire Foy no filme "Caças às Bruxas", de 2011 Imagem: Divulgação
Claire Elizabeth Foy (sim, ela tem nome de rainha), tornou-se famosa na pele da protagonista Amy Dorrit na série "Little Dorrit" (2008), baseada na obra de Charles Dickens. Depois de 14 episódios, ela atuou em "Upstairs Downstairs", "The Promise" e em filmes para TV como "Going Postal" e "The Night Watch".

A atriz de 32 anos fez a estreia no cinema há somente seis anos em "Caça às Bruxas", em que contracenou com Nicolas Cage. No longa de terror de Dominic Sena, que se passa no século 14, ela interpretou Anna, uma garota acusada de praticar bruxaria em meio à disseminação da peste negra pela Europa.

Depois, atuou em "The Night Watch", "Wreckers" e "Hacks". Antes ser coroada como a mais longeva rainha britânica na série da Netflix, Claire interpretou ninguém menos do que a polêmica Ana Bolena, amante do rei Henrique 8º, na minissérie "Wolf Hall", de seis episódios, que foi ao ar em 2015 pela BBC.

Fã de Leo DiCaprio e sem pretensão de ser atriz
Os primeiros passos como atriz, a bem da verdade, surpreenderem até mesmo a intérprete da monarca. Claire, que já disse em entrevista ter sido obcecada por Leonardo DiCaprio na adolescência, nunca imaginou que ganharia a vida como atriz. 

"Trabalhei em supermercados, coloquei etiquetas em bonés de baseball e ajudei na segurança de Wimbledon, mas nunca pensei que seria boa em atuar e que ganharia a vida com isso", disse ao jornal britânico "The Independent".

A atriz também guarda algumas semelhanças curiosas com Elizabeth 2ª, que era avessa a eventos sociais e a todas as incumbências como chefe da Igreja da Inglaterra. Assim como a monarca, também preza por uma vida mais sossegada (ela odeia posar para fotos, por exemplo).
 
Claire deu à luz seu primeiro filho seis meses antes das filmagens de "The Crown". Ela admitiu que depois da série sua impressão sobre Elizabeth mudou: "Eu pensava que ela era só a rainha e ele o Príncipe Philip. Não tinha pensado neles como mãe, pai ou filha. Tem sido muito interessante compreendê-los como seres humanos", disse.  

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Entretenimento
TV e Famosos
Maurício Stycer
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Cinema
do UOL
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
UOL Cinema
UOL Cinema - EFE
AFP
UOL Cinema
UOL Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema
do UOL

do UOL

"Fargo" e "True Detective" lideram disputa de TV ao Globo de Ouro 2015

"Fargo" e "True Detective" lideram a disputa aos prêmios de TV do Globo de Ouro 2015, com cinco e quatro indicações, respectivamente. Os concorrentes da premiação foram anunciados nesta quinta-feira (11) , pelos atores Kate Beckinsale, Peter Krause, Paula Patton e Jeremy Piven. Nas categorias de cinema, "Boyhood", "Birdman" e "The Imitation Game" se destacaram. Destaques da premiação, "Fargo" e "True Detective" concorrem ao prêmio de melhor minissérie ou filme para a TV. E os dois programas conquistaram duas indicações cada para seus protagonistas na categoria de melhor ator em minissérie: Martin Freeman e Billy Bob Thorton concorrem por "Fargo", enquanto Matthew McConaughey e Woody Harrelson disputam por "True Detective". Esta edição do Globo de Ouro reconheceu várias atrações que estrearam nos Estados Unidos neste ano, como é o caso não só de "Fargo" e True Detective", mas também de "The Affair", "Jane the Virgin", "Transparent", "The Missing" e "How To Get Away With Murder". Não à toa, vários queridinhos da premiação ficaram de fora, como "The Big Bang Theory", "Modern Family" e "Mad Men". Surpreendeu a ausência da minissérie britânica "Sherlock" e de seu protagonista, Benedict Cumberbatch. O programa levou vários prêmios Emmy neste ano, incluindo o de melhor ator para Cumberbatch, e está entre os indicados ao SAG 2015.  O Netflix se saiu bem na disputa, com seis indicações no total, sendo três para "House of Cards" e três para "Orange Is The New Black", que havia recebido apenas uma indicação no ano anterior. No Globo de Ouro 2014, a série "Breaking Bad" e o telefime "Behind The Candelabra" se destacaram, com dois prêmios cada. A 72ª edição da premiação acontecerá no dia 11 de janeiro. A cerimônia será apresentada pelas atrizes Tina Fey e Amy Poehler, pela terceira vez consecutiva.

do UOL
UOL Cinema - EFE
Topo