TV e Famosos

Atriz que vive prostituta em "A Terra Prometida" deixa a Record

Munir Chatack/Record
Miriam Freeland interpretou Raabe em "A Terra Prometida" Imagem: Munir Chatack/Record

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

23/01/2017 19h14

Destaque em "A Terra Prometida", Miriam Freeland não renovou contrato com a Record e deixou a emissora após viver a prostituta Raabe na novela bíblica. O contrato da atriz encerrou na virada do ano, com o fim das gravações. Ao UOL, Miriam conta que seu vínculo era somente durante a trama e está envolvida em outros projetos.

"Não era o meu objetivo. Minha volta era para fazer a novela. Se houver outro convite, será um novo convite para outro personagem. Desde a minha primeira saída, em 2013, estava querendo novos voos, foi uma expectativa minha de conduzir a carreira para um status mais aberto", explica.

O papel em "A Terra Prometida" marcou o retorno de Miriam à Record após quatro anos. Durante sua primeira passagem, entre 2005 e 2013, viu de perto a ascensão da teledramaturgia da emissora, com "Os Mutantes", e a queda, com "Máscaras", que teve baixa audiência.

Miriam diz que sai da Record com as portas abertas e grata por Raabe, uma das mais importantes de sua trajetória: "Foi maravilhoso para o meu amadurecimento profissional. Carreira se constrói a cada trabalho. Tenho muita gratidão pela Raabe e pela oportunidade que a Record sempre me deu de ter bons personagens".

Neste momento, Miriam trabalha na série e no filme infantil "Detetives do Prédio Azul", do canal pago Gloob, e na sequência "Cine Holliúdy 2". Semanas atrás, a atriz viajou para Portugal e foi surpreendida pelo carinho dos fãs de "A Terra Prometida".

"Fui para Portugal, descansei, passei e divulguei a novela. Fui bastante reconhecida, são bem fãs, recebi muito carinho da rua mais dos portugueses do que dos brasileiros lá", elogia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo