Topo

Famosos

Após críticas em discurso, Donald Trump diz que Madonna é repugnante

Alex Wong/Getty Images/AFP
O presidente dos EUA, Donald Trump Imagem: Alex Wong/Getty Images/AFP

Do UOL, no Rio

27/01/2017 15h26

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump não gostou do discurso feito por Madonna durante a Marcha das Mulheres, na última semana. Em entrevista ao apresentador Sean Hannity, o político fez duras críticas à cantora, que afirmou, durante seu discurso no evento, que pensava em explodir a Casa Branca. Mais tarde, a popstar ponderou suas palavras e disse que não era uma pessoa violenta e que falava metaforicamente. 

"Ela é repugnante. Acho que ela se feriu gravemente. Acho que ela arruinou a causa. Acredito que o que ela disse foi uma desgraça para nosso país", afirmou o presidente.

O Huffington Post analisou a declaração de Trump lembrando que há alguns anos o político e a cantora foram envolvidos em outra polêmica - criada pelo próprio. A publicação relembra um artigo da revista "People" de 1991 em que ele se fez passar por seu assessor de imprensa e afirmou à jornalista Sue Carswell que Madonna tinha interesse nele. Na ocasião, ele confirmou o fim do relacionamento com Marla Maples e afirmou que a Rainha do Pop havia "telefonado e queria sair com ele, isso eu posso afirmar".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!