O Rico e Lázaro

"Game of Thrones" e "300" inspiraram batalha sangrenta de "O Rico e Lázaro"

Do UOL, no Rio

13/03/2017 21h42

O mar não se abriu dessa vez, mas o "O Rico e Lázaro", nova trama bíblica da Record, não abriu mão de cenas impactantes em sua estreia, nesta segunda-feira (13). A Batalha dos Bastardos, de "Game of Thrones", e as cenas de guerra do filme "300", serviram de referência para o diretor Edgard Miranda, que buscou o máximo de realismo na sangrenta Batalha de Carquemis, entre egípcios e babilônios.

"Dirigi 80% do primeiro capítulo, mas como estava gravando as sequências do inferno passei essas cenas para o meu irmão, Leonardo Miranda [que agora se dedica à outra produção da casa, "Belaventura"]. Construímos o conceito juntos, eu queria que a novela tivesse um referencial mais moderno. Queria que o público se sentisse dentro da batalha, em vez daqueles takes aéreos em que os atores parecem formiguinhas. Muitos takes vão remeter à batalha da sexta temporada de 'GoT'", explica.

Foram sete dias de filmagens, que demandaram 70 figurantes de cada exército, devidamente multiplicados para aparecerem em maior número na tela. As sequências envolveram uma equipe de 150 pessoas no set, sem contar o time que cuidou da pós-produção na produtora Casablanca, em São Paulo. Para se ter ideia do trabalho que é transformar o material bruto no resultado final, as cenas gravadas na cidade cenográfica, no Rio, no início de dezembro, só ficaram prontas pouco antes da estreia.

Cada trecho da batalha foi idealizado em "storyboard" e aprovado "quase frame a frame" por Edgard, após a intervenção da computação gráfica. "A equipe de pós-produção tem profissionais do mundo inteiro, me deixou muito seguro. Tinha certeza de que ia ficar bom. Com certeza nunca foi feito nada parecido na TV brasileira. Muitas séries boas da Netflix não tem sequências como as da nossa novela", afirmou.

Heitor Martinez, que interpreta o rei Nabucodonosor, diz que se preparou fisicamente durante um mês para enfrentar essa maratona. O ator teve aulas de luta com espada, lança, arco e flecha e luta. "Acho que esse é o trabalho mais grandioso que já fiz. Fiquei impressionado quando entrei na sala do trono, nunca entrei numa cidade cenográfica desse porte, é de primeiro mundo", afirma o ator.

Audiência e repercussão

Com a batalha sangrenta, "O Rico e Lázaro" estreou na vice-liderança da audiência. Segundo dados prévios do Kantar Ibope, a novela registrou 14,5 pontos na Grande São Paulo (contra 10 do SBT e 30,7 da Globo). "A Terra Prometida" terminou com os mesmos 14,5 pontos, porém teve melhor estreia (17,7).

No Rio de Janeiro, "O Rico e Lázaro" registrou 16,8 pontos, o dobro do SBT (8,2). A Globo marcou 33,5 pontos. Em Salvador, o placar foi 15,2 para a novela, 31,3 para a Globo e 9,7 para o SBT.

Nas redes sociais, os telespectadores compararam a batalha com "Game of Thrones" e se surpreenderam com as cenas violentas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Resumo dos capítulos

Ravina, Zadoque e Matias discutem com Fassur

Nabucodonosor concede a palavra à acusada. Sammu-Ramat vê Aspenaz saindo desesperado do quarto de Daniel. O comerciante que encontrou o corpo de Chaim chega ao palácio. Sammu estranha ao perceber que Daniel ainda está vivo. Ravina avisa que irá à sinagoga. Aspenaz procura uma caixa com remédios para ajudar o governador. Sadraque e Abednego levam o comerciante até o rei. Com a ajuda de Darice, Sammu retira a roupa envenenada do governador. Aspenaz estranha ao ver Darice sair do quarto de Daniel com um saco. Sammu finge preocupação com o estado de saúde do governador. Hurzabum tenta entrar no palácio e é ameaçado por um guarda. Sadraque e Abednego chegam à sala do trono com a testemunha. Neusta mostra frieza ao saber do julgamento de Shag-Shag. O comerciante afirma que Chaim foi morto por um homem. Ele avisa que não foi Shag-Shag quem matou a vítima. Nabucodonosor liberta a adivinha. Aspenaz chega e avisa que o governador pode estar morto. Nabucodonosor vai até o quarto de Daniel e pede para salvarem o governador. Mesaque estranha ao ver a pele de Daniel avermelhada. Shag-Shag agradece a ajuda de Arioque. Curioso com o julgamento, Zac vai até o palácio. Ebede-Meleque ampara Gadise. Hurzabum se emociona ao reencontrar Shag-Shag. O rei manda reforçarem a segurança do governador. Evil encontra Joaquim e fala de sua desconfiança. Sammu-Ramat encontra Beroso e avisa que Daniel ainda pode morrer. Mesaque, Sadraque e Abednego começam a desconfiar que a sacerdotisa tentou envenenar Daniel. No alojamento de escravas, Lia pensa em Daniel. Ravina, Zadoque e Matias discutem com Fassur. Elga conversa com Zelfa e diz acreditar na inocência de Shag-Shag. Rebeca agradece o apoio dos familiares. Shag-Shag bebe para comemorar. Zac se apavora ao saber que Shag-Shag foi inocentada. Elga pressiona Nicolau e pergunta qual de seus filhos matou Chaim.

Colunas - Flavio Ricco
Blog do Nilson Xavier
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Blog do Nilson Xavier
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
do UOL
Topo