TV e Famosos

Era mortadela? Jornalista de esquerda, Elio encarou sanduba antes de morrer

Reprodução/TV Globo
Cena de Elio em "A Lei do Amor": na mesa, um sanduíche de mortadela Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

15/03/2017 14h18

A cena mais importante do capítulo desta terça-feira (14) de "A Lei do Amor" foi a morte de Elio (João Campos). Depois de conseguir provas dos crimes de Magnólia (Vera Holtz), o jornalista foi assassinado a tiros pela vilã.

Mas um detalhe de outra cena do personagem quase passou despercebido: enquanto Elio buscava ajuda de um hacker para desbloquear a senha do celular com as provas, sobre a mesa da sala estava um sanduíche. E, aparentemente, um sanduíche de mortadela. 

Na guerra entre simpatizantes da esquerda e da direita nas redes sociais, o sanduíche de mortadela virou símbolo da esquerda, em oposição aos coxinhas, da direita. 
 

A piada sutil se encaixa no estereótipo do personagem. Jornalista de esquerda, Elio é um "galã de humanas" na novela, usa óculos, barba e camisas xadrez.

Seu principal objetivo na trama era investigar e tentar desmascarar os vilões Magnólia e Tião Bezerra (José Mayer). Foi assassinado justamente por revelar que tinha em mãos o vídeo em que Mág confessava crimes como a morte de Beth (Regiane Alves).

Reprodução/TV Globo
Última refeição de um condenado? Elio com sanduíche horas antes de morrer Imagem: Reprodução/TV Globo

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo