PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Carlos Alberto se revolta contra a Globo: "Falta de respeito com idosos"

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

06/04/2017 16h15

Carlos Alberto de Nóbrega fez um discurso de revolta contra a TV Globo nos bastidores da gravação do "Troféu Imprensa", que acontece nesta quinta (6) no SBT. Em em entrevista ao UOL, o apresentador da "Praça é Nossa" lamentou a falta que Jô Soares faz na TV e subiu o tom contra a Globo, que em suas palavras não respeita os mais velhos.

"Uma coisa que eu não perdoo é tirar o Jô do ar mesmo que ele quisesse. Ele é um patrimônio da televisão brasileira. Ele criou o talk show no Brasil e, infelizmente, a idade pesa para determinadas pessoas que dirigem a televisão brasileira", desabafou.

Carlos Alberto fez uma comparação com a realidade de artistas dos Estados Unidos: "Você não pode pensar só nos jovens. Nos Estados Unidos o Jerry Lewis recebeu uma fortuna para fazer dois minutos naquele filme 'Ate que a Sorte nos Separe'. Ele tem quase 90 anos de idade".

Segundo o apresentador, o desrespeito contra o idoso é enorme na televisão, e voltou a criticar a Globo ao lembrar da "Escolinha do Professor Raimundo".

"Se a Escolinha é tão boa assim, por que é que tiraram o Chico Anysio? Por que colocaram ele na geladeira? Se ele está velho, ultrapassado, respeita a velhice dele. Não fature a morte dele. Isso me revolta. Lá na Globo é só juventude. Cadê o Tarcísio Meira? Cadê a Glória Menezes? Cadê o Lima Duarte? É preciso essa gente morrer pra virar estátua, nome de rua. Isso é uma falta de respeito".

Ele afirmou, ainda, que chegou a pensar em fazer seu desabafo ao lado de Silvio Santos no palco dá premiação. Mas mudou de ideia: "Seria uma indelicadeza".

Televisão