Topo

Televisão

Na Record, Roberto Justus defende Marcos e critica expulsão no "BBB17"

Thiago Duran/AgNews
Roberto Justus defende Marcos e critica expulsão no "BBB17" Imagem: Thiago Duran/AgNews

Do UOL, em São Paulo

14/04/2017 01h22

Roberto Justus defendeu o cirurgião plástico Marcos Härter, acusado de agredir a estudante Emilly, no "Big Brother Brasil 17", da Globo. O publicitário e apresentador da Record amenizou o episódio ocorrido na emissora concorrente, disse que não viu o médico batendo na sister e que, portanto, ele não deveria ter sido expulso pela direção do programa.

"Eu não acho [que tenha sido um caso para expulsão]. Acredito que muito em cima do caso do Zé Mayer, e a sensibilidade [das pessoas] que está à flor da pele, com o assédio masculino, essas coisas. Então, aí, o pessoal teve menos... Já teve coisa pior em 'Big Brother' passados, do que isso daí. Claro que é desagradável e deselegante o que ele fez, [mas] eu não o vi batendo nela", disse Justus, durante participação no "Programa do Porchat", nesta quinta-feira (13).

Marcos foi expulso do programa na última segunda-feira, sob a acusação de ter agredido fisicamente e psicologicamente a sister Emilly, como quem manteve um relacionamento dentro da casa. O caso está sendo investigado pela delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio.

Os dois se reencontraram nesta quinta-feira durante a final do reality show, mas se mantiveram distantes.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!