PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Saiba por que os famosos estão enchendo suas redes sociais com beijos

Leandra Leal publica foto de beijo dela com Mariana Ximenes no filme "O Uivo da Gaita" - Reprodução/Instagram
Leandra Leal publica foto de beijo dela com Mariana Ximenes no filme "O Uivo da Gaita" Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, no Rio

09/05/2017 17h31

Leandra Leal, Mariana Ximenes, Cauã Reymond, Paolla Oliveira, Bruno Gagliasso e outros famosos encheram suas redes sociais com fotos de beijos e mensagens contra a homofobia desde domingo (7). O motivo é uma campanha virtual, a favor do amor livre e contra a repressão do governo russo a casais homossexuais.

"No dia do silêncio, holofotes contra quem tenta silenciar o amor! Sejamos nós, o país que mais mata LGBT no mundo, ou o governo russo, que tenta calar com prisões, campos de concentração e tortura física e psicológica. Não se cale! Poste você também um beijo e marque o Kremlin na localização do Instagram com as hashtags da campanha. O amor é livre! #NãoSilencieOAmor #Kiss4LGBTQRights", escreveu Leandra Leal, que publicou uma foto dando um beijo em Mariana Ximenes em foto do filme "O Uivo da Gaita".
 
Cauã Reymond publicou a imagem de uma cena do filme "Milk", em que Sean Pean interpreta Harvey Milk, político e ativista gay, primeiro homem abertamente gay a vencer uma eleição na Califórnia.

"Tem gente morrendo e sendo torturada na Rússia apenas por ser quem é. Homossexuais são reprimidos, enviados a campos de concentração e outros absurdos que nem temos conhecimento. Hoje é #DiaDoSilêncio, mas vamos dar voz a um movimento chamado #Kiss4LGBTQrights. Poste uma foto de beijo, use a tag, marque Kremlim na localização e #NãoSilencieOAmor, vamos juntos fazer parte desse protesto virtual em apoio a todos que lutam pela liberdade", escreveu o ator.

De acordo com o grupo ativista russo LGBT Network, cerca de 100 homens gays foram detidos em um campo de concentração na Chechênia. Esse é o primeiro campo de concentração para gays desde o Holocausto. O objetivo seria pressionar a população homossexual a deixar a região.

 

#NãoSilencieOAmor Onde isso vai parar? ??

Uma publicação compartilhada por Bruno Gagliasso (@brunogagliasso)

em

Famosos