Topo

Televisão

"Quem Quer Ser um Milionário" paga maior prêmio, mas ainda longe do milhão

Do UOL, em São Paulo

27/05/2017 18h04

"Quem Quer Ser um Milionário", quadro de perguntas e respostas do "Caldeirão do Huck", da Globo, pagou neste sábado (27) o maior prêmio em três semanas de exibição. O valor de R$ 100 mil foi entregue a Felipe Marchese, microempreendedor de São Vicente (SP), que teve a sua empresa assaltada e precisou fechar o negócio.

Marchese chegou à 12ª pergunta, equivalente ao valor de R$ 150 mil --"Sharbat Gula, a menina afegã de olhos verdes, capa da National Geographic em 1985, reencontrou o fotógrafo Steve McCurry quantos anos depois?"--, mas optou por abandonar o jogo por não saber a resposta e não ter mais nenhum tipo de ajuda. O prêmio conquistado por Marchese vai ajudá-lo a reerguer o seu negócio.

Lançado no último dia 6 de maio, "Quem Quer Ser um Milionário" funciona da seguinte forma: para conseguir o prêmio máximo é necessário responder corretamente 15 perguntas. Se chegar na quinta, o participante já terá garantido R$ 5.000 do considerado "porto seguro". Mesmo que erre alguma das questões seguintes, não perderá este dinheiro. E aquele que acertar até a décima questão levará R$ 50 mil, mesmo não acertando depois.

O candidato pode ainda ligar para um parente ou amigo; pedir à produção do programa que elimine duas alternativas incorretas e também poderá contar com a ajuda do auditório.

No Brasil, "Who Wants to Be a Millionaire" já foi motivo de discórdia entre Sony e o SBT justamente pela semelhança com o "Show do Milhão", exibido pela emissora de Silvio Santos entre 1999 e 2003 --e transmitido por dois meses em 2009.

O SBT já havia prometido o relançamento do programa para este ano --com direito a chamadas e tudo mais--, mas adiou logo em seguida sem qualquer previsão de nova data. O anúncio do retorno teria criado inclusive mal-estar entre o SBT e a Globo, conforme informou o colunista do UOL Flávio Ricco.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!