Famosos

Gagliasso e Giovanna Ewbank acusam advogada de golpe e prestam queixa na DP

Reprodução/Instagram
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

01/06/2017 13h55

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestaram queixa na 16ª DP (Barra da Tijuca), no Rio, contra a advogada Isabela Brito Guerra. Eles alegam que, em 2010, ela teria sugerido que o casal investisse em leilão para arrematar imóveis alienados na Justiça e desde então não informou ao casal sobre o andamento do processo e nem devolveu o valor do cheque depositado.

"Ela foi namorada por muitos anos do Chico Salgado, que é muito amigo e compadre do Bruno. Na época, eles eram todos amigos e a Isabela ofereceu que eles investissem neste negócio juntando fundos. As informações começaram a ficar escassas após o término do namoro e depois ela sumiu. Pedi o número do processo para desenrolar e ela não passou. Na delegacia, ela disse que o dinheiro era para honorários e isso nunca existiu", informou Mariana Zonenschein, advogada dos atores ao UOL nesta quinta (1). A advogada prefere não divulgar o valor do cheque depositado durante as investigações.

"Não é oportuno dizer o valor no momento. Mas temos a microfilmagem do cheque depositado e algumas transferências bancárias também foram feitas".

Isabela contou que prestou serviços advocatícios a Gagliasso e Ewbank até 2016 e nega que tenha feito qualquer tipo de negociação relacionada a leilão de imóveis.

"Eu sou advogada e como isso é uma queixa, não se transformou num inquérito ainda porque não existe nenhum tipo de prova apresentada, quem está tomando conta é o meu advogado que poderá explicar com mais detalhes. Acho que a Justiça é feita para isso, a gente tem que buscar nossos direitos, só que tem que provar".

Isabela confirma que foi intimada a prestar depoimento em fevereiro e que recebeu várias transferências bancárias de Bruno e Giovanna, que atribui a serviços jurídicos prestados ao casal.

"Fui advogada das partes. Tem mais de 11 comprovantes de depósitos relacionadas ao meu nome, todos declarados e tem que provar [que não são referentes a honorários]. Desde 2011, tenho transferências de R$ 50 mil, R$ 70 mil, R$ 80 mil na minha conta. Sou advogada, prestei serviços jurídicos durante anos para eles, inclusive até 2016. Isso não é ilegal. Você transferir dinheiro pode ser para emprestar, para permutar, para doar".

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo