PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Lírio Parisotto se manifesta após condenação por agredir Luiza Brunet

Luiza Brunet com o empresário Lirio Parisotto  - Bruno Poletti/Folhapress
Luiza Brunet com o empresário Lirio Parisotto Imagem: Bruno Poletti/Folhapress

Colaboração para o UOL

06/06/2017 09h49

Um dia após ser condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a um ano de detenção em regime aberto por agredir sua ex, Luiza Brunet - o caso aconteceu em 2016 -, o empresário Lírio Parisotto usou sua conta no Instagram na manhã desta terça-feira (6) para se manifestar.

"Relembrado velhas verdades: Prometi que usaria este canal para esclarecer um episódio desagradável da minha vida, à meus seguidores, aqui esta: Fui vítima de três acusações", enumerou ele.

"1) agressão num barco em viagem, na verdade eu que fui agredido a acusação não prosperou, muita cara de pau, muito obrigado Promotor Gaya; 2) lesão num dedo, considerada grave, acabei de ser absolvido, história sem nexo algum, mentiras de duas Patranheiras, muito obrigado Dra Juíza Elaine Cavalcante; 3) sobrou a suposta lesão em NY, foi considerada leve, ou seja a menor possível, mas ainda assim não condiz com os fatos, fui condenado a um ano de serviços comunitários, irei recorrer tenho certeza que a verdade prevalecerá", afirmou Parisotto.

O empresário afirmou que fará serviço comunitário com prazer, mas que vai se defender após a condenação. "Atentem para o financeiro", concluiu ele [confira a íntegra do post abaixo].

A condenação ao empresário foi assinada pela juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, que é titular da vara de violência contra a mulher, no Tribunal de Justiça de São Paulo. O ex-namorado da atriz e modelo deve ficar dois anos sob vigilância e terá que cumprir serviço comunitário por 12 meses. Cabe recurso.

"Nestes últimos meses, aprendi mais sobre solidariedade. Recebi, de homens e mulheres, apoio e carinho com uma força enorme. A todos, minha imensa gratidão. Não foi fácil me expor, nem será apagar as marcas que a violência me deixou. Mas o que, ontem, foi vergonha e medo, hoje, é força e uma certeza: seguir no combate à violência contra as mulheres. Dei um importante passo, tive coragem para mudar e sempre fiquei ao lado da verdade", disse Luiza, em comunicado oficial à imprensa.

Famosos