Famosos

Monica Iozzi comenta condenação em processo movido por Gilmar: "Grave"

Divulgação/Cosmopolitan
Monica Iozzi é capa da "Cosmopolitan" de julho de 2017 Imagem: Divulgação/Cosmopolitan

Do UOL, em São Paulo

30/06/2017 16h47

Monica Iozzi falou sobre a sua condenação no processo movido contra ela pelo ministro do STF Gilmar Mendes, em seu primeiro comentário desde que o processo foi encerrado. Em entrevista à edição de julho da revista “Cosmopolitan”, ela definiu como “grave” a justificativa do magistrado responsável por sua sentença.

“O mais grave foi a justificativa do juiz: ‘Monica Iozzi, como uma pessoa pública, extrapolou sua liberdade de expressão’. Oi? Alguém me explica o que é extrapolar a liberdade?”, disse a atriz.

Ela foi processada pelo ministro por conta de uma publicação no Instagram, na qual ela criticou o habeas corpus concedido ao médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por 48 estupros a 37 mulheres. Na publicação, há uma foto de Mendes com a palavra “cúmplice?” transpassada. “Se um ministro do Supremo Tribunal Federal faz isso… nem sei o que esperar”, escreveu a atriz na legenda.

Conhecida por expressar explicitamente as suas opiniões sobre política, Iozzi afirmou ainda que não sofreu pressão da Globo para deixar de falar sobre o tema. "Nunca fui censurada na Globo. Alguns amigos me chamaram de louca. Mas o bacana de viver numa democracia é poder levá-la para todos os lugares".

Afastada das redes sociais, a atriz pretender retornar, mas com uma condição: “Preciso voltar a ter o mínimo de fé no ser humano primeiro”.

Sexo e maternidade

Sobre a vida pessoal, Iozzi contou que não abre mão de sexo. “Não vivo sem sexo nem sem beijo na boca. Do mesmo modo que não vivo sem chocolate”, disse a atriz, acrescentando que é muito assediada pelo público feminino: “Sabe que sou paqueradíssima por mulheres? Sou hétero, nunca se sabe o dia de amanhã. Se um dia eu me apaixonar por uma mulher, tudo certo. Por enquanto não aconteceu”.

Namorando o diretor Felipe Flores, a atriz afirmou ainda que ainda não sabe se quer ser mãe. “É possível que um dia a vontade venha. Só não quero ter desespero, como se a maternidade fosse um trem com horário marcado que eu não posso perder. É uma criança, uma vida, é pra sempre. Tem que ter muita certeza. Eu não tenho ainda. Talvez eu nunca tenha, e tudo bem”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
TV e Famosos
Topo