Topo

Televisão

TJ reduz para R$ 80 mil indenização de Gentili a doadora de leite materno

Reprodução/SBT
Danilo Gentili Imagem: Reprodução/SBT

Do UOL, no Rio

14/07/2017 13h12

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decidiu, nesta quarta-feira (12), reduzir de R$ 200 mil para R$ 80 mil o valor da indenização por danos morais que o apresentador Danilo Gentilli, o comediante Marcelo Mansfield e a TV Bandeirantes devem pagar à técnica em enfermagem Michele Maximino, 35 anos. A sentença foi proferida com base no relatório do desembargador Jovaldo Nunes.

Em outubro de 2013, Danilo chamou a pernambucana de "vaca" e a comparou com o ator pornô Kid Bengala no programa "Agora é Tarde". "Em termos de doação de leite, ela está quase alcançando o Kid Bengala", disse Gentili na ocasião sobre ela, que já doou mais de 400 litros de leite materno.

O UOL entrou em contato com o apresentador e a Band e ainda não teve retornos.

Inicialmente, Michele Maximino havia pedido uma indenização de R$ 1 milhão no processo, aberto em 2013. Em outubro daquele ano, uma liminar exigiu que a Band removesse de seu site os vídeos com a piada, sob pena de levar uma multa de R$ 5 mil diários, de acordo com a "Folha de S. Paulo".

No ano passado, a juíza Regina Célia de Albuquerque Maranhão, da Segunda Vara Cível da Comarca de Olinda, determinou que os acusados pagassem R$ 200 mil. A magistrada considerou o pedido de Michele procedente em parte, e levou em consideração o fato de que ela não havia permitido a divulgação das piadas.

Segundo a juíza, o prejuízo para Michele foi “gravíssimo”, uma vez que “causou na autora lesão grave tendo sua imagem sido utilizada de forma humilhante e degradante, causando consequências devastadoras para a autora e sua família”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!