Famosos

Eliana revela cirurgia no início da gestação e agradece a direção da Globo

Do UOL, em São Paulo

06/08/2017 19h37

Completando oito meses de gestação e fora de perigo, Eliana deu uma entrevista exclusiva para a jornalista Chris Flores no programa “Eliana”, do SBT, e falou sobre os dias que passou internada no hospital após ter um descolamento de placenta. De repouso absoluto na casa de sua mãe, a apresentadora se emocionou ao falar da batalha que travou para salvar Manuela.

“Os 30 dias de repouso foram super difíceis, eu quase perdi a Manu. Recebi muito apoio e muito carinho, mas você está gestando num momento de risco, dentro de um hospital e olhando uma mesma parede por 30 dias seguidos. Por mais que o Arthur fosse me visitar todos os dias, o Adriano, meu noivo, estivesse ali do meu lado, é um caminho que você faz sozinha, porque sou eu e ela. Mesmo com todo o carinho é muito ruim emocionalmente”.

A apresentadora contou com detalhes o dia em que sentiu um sangramento e desde então teve que fazer repouso absoluto.

“Tinha gravado na terça-feira e estava super bem. Na quarta-feira eu estava vivendo minha vida normalmente e tive um sangramento, uma hemorragia, do nada. Eu não senti dor, não estava fazendo nada que causasse isso e fui parar no hospital. O médico ficou muito preocupado porque poderia afetar o bebê, então a primeira coisa a ser vista foi o cérebro e o coração dela, para só então descobrir o que tinha acontecido comigo. Graças a Deus estava tudo bem. Cientificamente foi o descolamento de placenta”.

Eliana revelou que logo nas primeiras semanas da gestação já tinha passado por uma cirurgia para reforçar o colo do útero, já com medo de algum problema futuro.

"A Manu é muito guerreira. Quando ela tinha 11 semanas nós ficamos quatro horas em um centro cirúrgico. Ela foi monitorada o tempo inteiro e estava bem, coração batendo forte. Eu fiz uma cerclagem que é nova no Brasil. A minha foi feita por cima com um robô, e estou com cinco cicatrizes na barriga. Eu fiz, ela passou super bem, e eu achei que estava tudo ótimo”.

Emocionada, a apresentadora disse que não tinha nem começado a comprar o enxoval de Manuela por medo de algo acontecer.

“Minha mãe perguntava (do enxoval) e eu não queria verbalizar, mas estava com muito medo. Falei ‘não, não vou mexer nisso agora. Deixa passar essa fase crítica’. Antes o medo era o tempo inteiro, não tinha isso de curtir a barriga, era ‘meu Deus, será que vai dar certo?’ Mas o fato é que ela já está grandinha, e passado quase dois meses de repouso absoluto, eu sei que se acontecer alguma coisa e eu parar no hospital ela é uma criança que vai sobreviver bem, sem sequelas e ser saudável no futuro".

Eliana contou que teve muito apoio de Silvio Santos, de toda a família e do namorado Adriano Ricco, que trabalha como diretor do “Caldeirão do Huck”, da Globo, e ficou na ponte aérea Rio – SP durante o período critico que ela passou.

“Tive o apoio de toda a família Abravanel, o Silvio Santos me encorajou demais para ter o segundo filho, e ele é um grande mestre para mim. Todos os conselhos que ele já me deu na vida foram muito bons, e ele me disse ‘trabalho passa, família fica, tenha outro filho’. Quando engravidei, a primeira pessoa que soube depois da minha família foi ele, e quando contei que estava no hospital e não sabia quando sairia ele ficou bem preocupado e foi muito carinhoso. Me disse para ter calma. ‘Fica aí, cuida da sua filha e para de pensar no programa’. Também preciso agradecer em rede nacional a direção da Rede Globo, eles foram muito sensíveis neste momento. A ideia é que em breve, se tudo der certo, ele consiga transferência aqui para São Paulo e a gente possa construir a nossa família sem ponte aérea”.

A apresentadora ainda disse que se inspirou nas mensagens que recebeu de seu público e que agora está mais tranquila.

“Por mais que eu ame meu ofício, que eu faço desde os 14 anos e nunca deixei de trabalhar, eu precisava mostrar que era um momento muito difícil e era isso que eu tinha que fazer: salvar uma vida. Recebi muito apoio ouvindo histórias de outras mulheres que já passaram pelo que estava passando e venceram, elas me deram força, e foi muito linda e essa inversão de papeis. As mães me mandavam fotos do bebê prematuro e a criança agora, feliz, saudável, foi lindo mesmo. Costumo agradecer a cada dia que eu acordo e que eu vou dormir, mesmo na dificuldade eu continuo agradecendo, porque se eu estou passando por isso tenho certeza de que tem um motivo, um aprendizado muito grande que daqui um tempo eu vou entender qual foi”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo