Televisão

"Posicionar faz parte da resistência", diz Sabatella sobre fim de reserva

Thyago Andrade/BrazilNews
A atriz Leticia Sabatella irá interpretar a vilã Delfina, que vive um amor secreto com José Augusto(Tony Ramos) na próxima novela das 18h, da Globo "Tempo de Amar" Imagem: Thyago Andrade/BrazilNews

Do UOL, no Rio

31/08/2017 04h00

Ela já foi hostilizada, xingada e até agredida fisicamente, mas Letícia Sabatella ri e admite docemente que é dura na queda quando o assunto tem a ver com as questões sociais e políticas que afligem o país. Depois do impeachment e da luta contra a corrupção, suas atenções agora estão voltadas para o decreto que extingue uma reserva ambiental em um território de quase quatro milhões de hectares entre o Pará e o Amapá. A atriz garante que está fazendo o seu papel.

“Dou graças a Deus de ter um espaço social, de ser respeitada pelas pessoas e de ser uma voz dentro da nossa sociedade. Acredito que ser um cidadão participativo é a arma principal do artista diante da atual situação do país. O Brasil está passando por um momento muito radical, muito trágico. É hora de todo mundo se posicionar, principalmente a classe artística. O posicionar faz parte da resistência. Estou dentro de todos os protestos para que nossas soberania nacional e democracia sejam retomadas”, resume Letícia Sabatella.

A atriz é Delfina, a vilã de "Tempo de Amar", a próxima novela das 18h da Globo.

Aos 46 anos, mãe de Clara, 24, Letícia vibra o momento de repercussão positiva do movimento feminista. "Estou achando bom o feminismo ser visto. Os golpes estão cada vez mais incisivos no machismo, no preconceito, na discriminação, no assédio e isso é legitimo. A reação das mulheres diante dessas questões, dessas polêmicas é legítima", levanta Letícia.

"O medo nunca ajuda em nada. Ele é um aviso de algo para você lutar e só com coragem que se combate o medo."

Sobre a possibilidade de um dia concorrer a um cargo legislativo, Sabatella descarta: "Ah não! Eu precisaria de uma votação que considero que eu não tenha. Também não tenho vocação [risos]. A minha vocação é de ser atriz e cidadã e exercer isso. Muitas mulheres da minha família se restringiram ao âmbito doméstico, mas sonharam que as gerações futuras tivessem vozes e esse é um compromisso que eu tenho com a minha raiz", explica a atriz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
BOL
Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Topo