Famosos

"Cheguei no grau mais alto da síndrome do pânico", lembra Simony

14/09/2017 08h02

Simony falou da carreira e recordou como venceu a Síndrome do Pânico no "Superpop" de quarta-feira (13). A cantora, de 41 anos, chegou a procurar ajuda na religião para se livrar da doença.

"Eu tive há muito tempo, desencadeou quando meu tio faleceu. Eu desmaiei no velório e quando acordei não era a mesma pessoa. Meu braço formigava muito, achava que teria um ataque, a visão ficava turva e tinha medo da morte. Dormia com minha mãe segurando minha mão, eu dizia: 'se você ver que estou morrendo, me puxa'".

Primeiro ela procurou os médicos para saber o que estava acontecendo. "Só descobri quando fiz uma ressonância. Uma vez deixei o carro ligado dentro do túnel e saí correndo. Cheguei no grau mais alto da síndrome do pânico", relembra.

O passo seguinte foi buscar a fé. Comecei a frequentar a igreja evangélica, a fazer muitas orações, queria que orassem por mim. Pedi muito a Deus, dizia 'eu preciso trabalhar, eu gosto do que faço, preciso fazer show'. Deus me deu muitas coisas lindas, acredito e tenho certeza que foi um milagre. Nunca mais tive nada e, quando me dá um negócio, digo 'aqui a porta está fechada, você não entra mais'".

Mágoa com programa

Vice-campeã da primeira temporada do "Power Couple Brasil", Simony detona a edição do programa. " Os realities que vejo por aí não são tão realities assim. Foi ridículo esse programa, colocavam eu só com cara feia, má, mal amada, e eu não sou isso. Até eu estava me odiando. Prefiro fazer uma novela que ficarem inventando uma personagem pra mim".

Haters

Ela não tem paciência com quem a detona nas redes sociais. "Eu bloqueio. Se estiver de TPM, dou uma xingadinha e bloqueio. Se ofender minha família, minha moral ou meus filhos, eu tiro print e ligo pros meus advogados. Já processei um cara que xingou a Pyetra. Ele ficou pedindo milhões de desculpas".

Sob os holofotes desde criança e mãe quatro vezes, a cantora faz um balanço de sua trajetória. "Já errei bastante na minha vida, fiz muita coisa errada, muita coisa boa, mas isso fez a mulher que sou hoje".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo