Topo

Famosos

Paolla curte RiR com namorado e diz que vai continuar lutando após novela

Giselle Almeida

Do UOL, no Rio

24/09/2017 00h47

Foi uma passagem relâmpago, mas o suficiente para parar o camarote da Heineken neste sábado (23): um dos destaques de "A Força do Querer", Paolla Oliveira, numa rara aparição ao lado do namorado, o diretor Rogério Gomes, foi a celebridade mais assediada da noite no espaço. 

Circular pelo evento sem várias pessoas em sua volta parecia mesmo uma tarefa impossível. Mas, ainda assim, ela comemora o sucesso da major com o público durante o evento.

"Não sei se alguns atores se incomodam de serem chamados pelo nome do personagem, mas eu acho um super carinho. Gritarem 'Ei, Jeiza', dentro do Rock in Rio é muito bom", diz ela, já sofrendo por antecipação de se despedir da personagem.

"Poxa, vai ser difícil. Faço com tanto coração. Sempre foi difícil, mas a  Jeiza foi muito especial. Não sabia qual seria a trajetória dela, que ia virar o que virou. Fiquei muito apegada. Vai ser difícil pegar alguém mais brando, mais tranquilo depois dela. Ela é muito forte, é uma mulher moderna, as pessoas se identificam com ela por isso", contou.

Uma coisa, no entanto, a atriz vai levar do trabalho para a vida: a paixão pelo esporte. Ela diz que vai continuar treinando.

"Gostei da luta. Jiu-jitsu, boxe não. Soco na cara não dá", brinca ela que em breve lança o filme "Alguém como Eu", com Ricardo Pereira. "Fora isso, férias", anuncia, aos risos.

Em seu primeiro dia no Rock in Rio, a atriz estava ansiosa pela apresentação do Guns N' Roses e disse que queria ouvir os clássicos, como "November Rain". "Eu amo rock", afirmou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!