Topo

Televisão

"Hoje eu seria crucificada pela Dona Armênia", diz Aracy Balabanian

Nelson di Rago / TV Globo
Aracy Balabanian como a Dona Armênia de "Rainha da Sucata" (1990) Imagem: Nelson di Rago / TV Globo

Colaboração para o UOL

03/10/2017 16h03

Aracy Balabanian reviu sua carreira no "Video Show" desta terça-feira (3). A atriz, de 75 anos, contou que sua interpretação de Dona Armênia nas novelas "Rainha da Sucata" (1990) e "Deus nos Acuda" (1993) irritou a comunidade armênia no Brasil.

"Os armênios eram contra. (Para eles) era um deboche, diziam que não falavam daquele jeito", recorda. E se fosse atualmente, em tempos de internet?, Otaviano Costa quis saber. "Eu ia ser crucificada", assume, dizendo que demorou a fazer comédia.

"Fui sempre considerada a trágica brasileira. Até que o Silvio de Abreu começou a me chamar para papéis de comédia", afirma ela, que fez rir em "Pecado Rasgado" (1978), estreia do autor no gênero. "Mas não cheguei lá, sou dramática", analisa, mesmo tendo feito personagens divertidas como a Cassandra de "Sai de Baixo" (1996-2002).

Há um trabalho que a deixa entusiasmada. "Meu maior orgulho e felicidade foi ter feito 'Vila Sésamo' (1972). As crianças aprendiam a ler, muita gente dizia 'meu filho não falava e começou a dizer 'um, dois, tres, quatro, cinco...'. Já me chamaram de 'a minha Xuxa'".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!