Topo

Televisão

Repórter de Datena é vítima de arrastão e fala sobre assalto ao vivo na TV

Do UOL, em São Paulo

26/10/2017 19h50

 

Acostumado a noticiar crimes, José Luiz Datena falou sobre um assalto envolvendo uma repórter de seu próprio programa policial. Joana Treptow foi vítima de um arrastão na noite da última quarta-feira (25). A jornalista contou ao apresentador sobre o pânico que passou no restaurante com uma amiga, ao ser roubada por três bandidos.

"Foi ontem à noite. Nós estávamos jantando, totalmente desatentas para esse tipo de coisa, e três homens armados entraram no restaurante e fizeram uma limpa, um arrastão. Roubaram todas as pessoas que estavam lá dentro, inclusive, claro, eu e minha amiga. Levaram todos os nossos pertences, celular, jóias, anéis, dinheiro", disse a repórter.

"Botaram revólver na sua cara?", perguntou o apresentador. "Exatamente, Datena. Eu só percebi o assalto porque eu olhei para o lado e vi o revólver", respondeu Joana Treptow.

A jornalista, que nasceu em Portugal e trabalhava no Rio de Janeiro até maio, quando foi transferida para São Paulo, contou que nunca tinha passado por uma situação parecida na capital fluminense.

"Você já tinha experimentado uma sensação como essa, você que morou nove anos no Rio, de repente com um revólver apontado para a cabeça?", questionou Datena. A repórter disse que sentiu medo e comparou aos casos noticiados pelo "Brasil Urgente".

"Não, Datena, nunca, e Deus me livre de experimentar de novo. Nunca tinha passado por isso, nós noticiamos isso aqui todos os dias, e é uma sensação de medo muito grande, de impotência. Realmente, não dá para fazer nada. É aquilo que você sempre fala aqui, Datena: não se pode reagir", afirmou Joana Treptow.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!