Topo

Televisão

"O elogio que mais recebo na carreira é de mulheres", diz Tadeu Schmidt

Reprodução/Globo
Tadeu Schmidt participa do "Mais Você" desta sexta (27) Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, no Rio

27/10/2017 10h06

O jeito divertido de Tadeu Schmidt narrar os principais lances dos gols do "Fantástico" agrada não só os homens, mas também muitas mulheres, que não ligavam muito para futebol.

"O elogio que mais recebo na minha carreira é de mulheres que falam que não gostavam de futebol, passaram a acompanhar por minha causa e agora gostam. Se eu tivesse ouvido isso uma vez na minha vida, já valia a minha carreira, eu ouvi isso centenas de vezes. É o elogio que mais gosto de ouvir e é o que mais ouço", disse ele no "Mais Você" desta sexta-feira (27).

O apresentador, que é irmão do ex-jogador de basquete, Oscar Schmidt, já foi atleta da seleção brasileira de vôlei e contou por que desistiu do esporte.

"Sempre quis ser esportista, depois que desisti. Fui para a seleção, tive uma decepção... Achava que eu tinha que ser igual ao Oscar. Na verdade, o menino não pode começar nada pensando em ser igual ao Oscar que é um objetivo grande demais. Você tem que tentar ser o seu melhor...", disse.

"Fui para a seleção brasileira e fui cortado, aí foi aquela decepção, os meninos foram campeões mundiais e eu fui cortado. Me decepcionei e falei, 'não jogo mais vôlei'".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!