Topo

Televisão

Batoré reclama que atores de "Velho Chico" desprezaram morte de Montagner

Reprodução/Instagram
Batoré contracena com Domingos Montagner em "Velho Chico" Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

31/10/2017 18h27

Mais de um ano após a morte de Domingos Montagner, Batoré revelou que parte do elenco de "Velho Chico" desprezou a perda do colega. Em entrevista a Gugu Liberato, o humorista, que estreou na Globo na novela das nove, criticou a postura de alguns atores após a fatalidade.

"Tinha gente ali que não... é como se não tivesse acontecido nada, cara. Gente que ele fazia questão de cumprimentar todo dia, de beijar o rosto. Piadinha nessa hora não é bem-vinda. 'Ah, gente, morreu, vamos, já morreu'. Não, espera aí, é um pai de família", contou Batoré, emocionado, ao programa "Gugu", que irá ao ar nesta quarta-feira (1º), na Record.

Reprodução/Instagram
Batoré e Domingos Montagner Imagem: Reprodução/Instagram
Em "Velho Chico", Batoré viveu o delegado Queiroz, que depois foi promovido a secretário de segurança. Domingos Montagner, que interpretou o protagonista Santo, morreu afogado no rio São Francisco, em 15 de setembro de 2016, no intervalo das gravações da reta final da novela.

Batoré relembrou a Gugu o último contato que teve com Montagner antes da morte do companheiro: "Nós jantamos na noite que antecedeu, eu, ele, a Camila [Pitanga] e a Lucy Alves. Eles até falaram que tomariam banho no rio no dia seguinte, depois da gravação, me chamou. Era comum [os atores nadarem no rio], mas em um local que não tinha pedras".

O humorista detalhou a morte de Montagner: Eles gravaram de manhã, nós saímos do hotel, eu e a Lucy no mesmo carro, trocaram de roupa, foram lá para a prainha, almoçaram e ele foi entrar na água. Eu acredito que foi congestão, mas onde o Domingos morreu a água desce da represa numa velocidade muito grande, tem muitas pedras e faz aquele redemoinho".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!