Topo

TV e Famosos

Mansão de "O Outro Lado" está à venda e tem 11 quartos só para empregados

Raquel Cunha/TV Globo
Sophia (Marieta Severo) em "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Raquel Cunha/TV Globo

Do UOL, no Rio

09/11/2017 04h00

Não são só as belezas naturais do Jalapão que enchem os olhos dos telespectadores de "O Outro Lado do Paraíso". Algumas das locações da novela - os casarões de personagens como Sophia (Marieta Severo) e Nádia (Eliane Giardini) - têm endereço em locais nobres do Rio de Janeiro e custam uma pequena fortuna.

Já a casa de Natanael (Juca de Oliveira) é uma cobertura tríplex de 3.800 metros quadrados no edifício Tucuman, na praia do Flamengo, que já pertenceu à tradicional família Guinle e foi palco de grandes festas nos anos 50. Imagina o "downgrade" da personagem de Gloria Pires, que residia lá com a filha e o sogro, e agora se esconde em um hotel barato na Lapa, zona degradada no centro da cidade.

No mesmo prédio funciona o escritório do Consulado Geral Britânico no Rio, e um pouco do luxo da cobertura pode ser vista na novela, já que o interior também foi aproveitado pela equipe de produção.

Com vista para o Pão de Açúcar, o apartamento tem piscina, cinco suítes, 11 quartos para a criadagem e foi posta à venda em 2013 pela "bagatela" de R$ 55 milhões, segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo". De propriedade do magnata e ex-presidente do Jockey Club Brasileiro José Carlos Fragoso Pires, o imóvel está à venda desde então. 

O endereço fictício dos demais casarões da trama de Walcyr Carrasco é Palmas, mas, na realidade, elas ficam no Rio, mais precisamente em um condomínio na Barra da Tijuca.

As respectivas residências do casal Nádia e Gustavo (Luis Mello), dos recém-casados Clara e Gael (Sergio Guizé) e a da mãe dele, Sophia, ficam em um condomínio de luxo próximo ao Bosque da Barra, que tem clube privativo com piscina indoor aquecida, um luxo totalmente supérfluo no ensolarado Rio de Janeiro. As casas ali são negociadas por valores entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões.

No caso dessas casas, só as fachadas são "reais": os interiores foram construídos em estúdio.

Vizinho de Luciano Huck

Na vida real, o finado Renan (Marcello Novaes) seria vizinho de celebridades como Luciano Huck e Angélica, Cauã Reymond e o diretor Wolf Maya, que escolheram viver o superexclusivo bairro do Joá, que faz divisa com a Barra da Tijuca e São Conrado.

A vista privilegiada apareceu em várias sequências da trama, que tem direção artística de Mauro Mendonça Filho. É na varanda do imóvel, projetado pelo arquiteto Claudio Bernardes, que Elizabeth (Gloria Pires) e o amante foram flagrados pelo detetive contratado pelo sogro para desfazer seu casamento.

A mansão, que já serviu de cenário também para as novelas "Uga Uga" e "Desejos de Mulher", tem 864m², quatro suítes, piscina e sauna, além de casa de caseiro com sala, dois quartos, cozinha e banheiro, e um loft anexo.

Ao contrário dos outros casarões da novela, em que as cenas internas são gravadas nos Estúdios Globo, a residência foi utilizada em todas as cenas ambientadas lá. O acidente que matou o empresário, portanto, aconteceu realmente na escada do casarão.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos