Topo

Famosos

Denilson diz que relação com Belo é zero: "Mentira não pode vencer verdade"

Divulgação e Photo Rio News
Belo e Denilson se enfrentam na Justiça Imagem: Divulgação e Photo Rio News

Do UOL, em São Paulo

17/11/2017 14h06

O relacionamento entre Belo e Denilson, que foram amigos nos anos 90, atualmente é "zero", nas palavras do ex-jogador campeão do mundo em 2002. O craque, hoje comentarista esportivo da Band, processou o pagodeiro quando comprou os direitos do grupo Soweto e viu o vocalista sair em carreira solo, em 2000.

Em uma briga judicial que se arrasta há 17 anos, Denilson desabafou em relação ao caso em abril, após anos mantendo silêncio. Ele cobrou publicamente o cantor no Instagram de Thiaguinho, que havia postado uma foto com Belo no dia do aniversário dele: "Só falta aprender a pagar quem ele deve".

Antes da pré-estreia de seu espetáculo "Aqui é Trabalho & Muita Resenha", com o ex-técnico Muricy Ramalho, na última quinta (16), Denilson explicou por que resolveu abrir a boca sobre o processo que moveu contra Belo: "Achava necessário porque a mentira não pode vencer a verdade. Já me trouxe tanto desgosto como ser humano em um contexto geral que parei de comentar. Há muito tempo não falava sobre isso".

Em 2004, a Justiça determinou que Belo indenizasse Denilson por quebra de contrato. O valor da multa, sem correções, chega a R$ 4,7 milhões. Em novembro deste ano, foi decidido que os cachês do pagodeiro deverão ser pagos em juízo. Sem querer falar muito sobre a briga nos tribunais, Denilson negou guardar mágoa de Belo e afirmou que não tem mais relação alguma com o ex-amigo.

"Mágoa nenhuma, porque agi de uma forma correta e, aos poucos, as coisas vêm acontecendo, vem sendo mostrado o que é certo e o que é errado. O meu relacionamento com ele foi profissional em algum período. Hoje, o relacionamento é zero", disse o comentarista da Band.

Apesar da disputa judicial, Denilson elogia Belo como artista e lamenta que ele não seguiu os passos de outro pagodeiro famoso, Alexandre Pires, amigo pessoal do ex-jogador.

"Independentemente do momento e do caso, sempre falei que acho e continuo achando o Belo um artista extremamente qualificado, um dos melhores artistas que nós temos no Brasil, mas ele teve uma atitude ruim comigo no passado e eu só venho reivindicando o que é meu por direito. Belo poderia seguir o caminho do Alexandre Pires, um artista internacional, com reconhecimento que ele tem na carreira, a forma como ele conduz a vida profissional, mas não cabe a mim [opinar]", disse.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!