Topo

Televisão

Com nove indicados, Brasil passa em branco no Emmy; Globo perde para turcos

Reprodução/Twitter/redeglobo
Elenco de "Velho Chico", indicada a melhor telenovela, posa no Emmy Internacional 2017 Imagem: Reprodução/Twitter/redeglobo

Do UOL, em São Paulo

20/11/2017 23h49

A Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas anunciou nesta segunda-feira (20) os vencedores do Emmy Internacional. O Brasil, com nove produções, perdeu em todas as categorias em que teve pelo menos um representante.

Na categoria mais esperada pelos brasileiros, "Totalmente Demais" e "Velho Chico" foram derrotadas como melhor telenovela para a trama turca "Kara Sevda".

O Brasil entrou na disputa em oito categorias. "Justiça", produção da Globo, perdeu como melhor série dramática para "Mammon II", da Noruega. Indicado a melhor ator pela série "Um Contra Todos" (Fox/Conspiração Filmes), Julio Andrade foi derrotado por Kenneth Branagh em "Wallander", produção do Reino Unido.

O grupo de humor Porta dos Fundos foi indicado pelo espetáculo "Portátil" na categoria melhor programa artístico, mas perdeu para a produção canadense "Hip-Hop Evolution - The Foundation".

Adriana Esteves, que concorreu a melhor atriz pela série "Justiça", foi derrotada pela britânica Anna Friel em "Marcella", da Netflix. Como melhor programa de comédia, "Tá no Ar" perdeu para "Alan Partridge's Scissored Isle", do Reino Unido.

A série "Crime Time - Hora de Perigo", que concorreu a melhor série de curta duração, foi superada pela produção alemã "Familie Braun". "Alemão: Os Dois Lados do Complexo", competiu como melhor filme/minissérie para TV, mas perdeu para "Ne M'abandonne Pas", da França.

O Brasil entrou na disputa em oito categorias. Adriana Esteves foi indicada na categoria melhor atriz pela personagem Fátima da série "Justiça". Na categoria melhor ator o indicado foi Julio Andrade por interpretar Cadu na série "1 Contra Todos".

Na categoria melhor telenovela, a Globo disputa com dois produtos: "Velho Chico" e "Totalmente Demais". O filme "Alemão" foi indicado como melhor filme ou minissérie para televisão.

"Tá no Ar", de Marcelo Adnet e Marcius Melhem, também aparece na lista indicado ao prêmio de melhor comédia, o "Porta dos Fundos" foi indicado como melhor programa artístico pelo espetáculo "Portátil" e "Crime Time" aparece na lista como melhor série de curta duração.

Veja a lista dos vencedores do Emmy Internacional nas categorias com produtos brasileiros:

MELHOR ATOR

Julio Andrade em "Um Contra Todos" – Brasil
Kenneth Branagh em "Wallander" - Reino Unido
Zanjoe Marudo em "Maalaala Mo Kaya" – Filipinas
Kad Merad em "Baron Noir" - França

MELHOR ATRIZ

Adriana Esteves em "Justiça" – Brasil
Anna Friel em "Marcella" - Reino Unido
Sonja Gerhardt em "Ku'damm 56" – Alemanha
Thuso Mbedu em "Is'thunzi" - África do Sul


MELHOR COMÉDIA

"Alan Partridge's Scissored Isle" - Reino Unido
"Callboys" – Bélgica
"Rakugo The Movie" – Japão
"Tá No Ar: a TV na TV" - Brasil


MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA
"Justiça" – Brasil
"Mammon II" – Noruega
"Moribito: Guardian of the Spirit" – Japão
"Wanted" - Austrália


MELHOR TELENOVELA

"30 Vies - Isabelle Cousineau" – Canadá
"Kara Sevda" – Turquia
"Totalmente Demais" – Brasil
"Velho Chico" - Brasil


MELHOR FILME/MINISSÉRIE PARA TV

"Alemão" – Brasil
"Ne M'abandonne Pas" – França
"Reg" - Reino Unido
"Tokyo Trial" - Japão

SÉRIE DE CURTA DURAÇÃO

"Ahi Afuera" – Argentina
"The Amazing Gayl Pile" – Canadá
"Crime Time" – Brasil
"Familie Braun" - Alemanha


MELHOR PROGRAMA ARTÍSTICO

"Hip-Hop Evolution - The Foundation" – Canadá
"Never-Ending Man: Hayao Miyazaki" – Japão
"Portátil (Porta dos Fundos)" – Brasil
"Robin de Puy - Ik ben het allemaal zelf" - Holanda

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!