Topo

Famosos

Iza fala de sucesso e representatividade: "Meninas se espelham em mim"

Reprodução/YouTube
Gabriela Pugliesi entrevista Iza Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL

23/11/2017 09h52

Em alta no mundo da música, Iza foi entrevistada por Gabriela Pugliesi para o canal dela no YouTube e falou sobre as mensagens que mais recebe nas redes sociais. Segundo a cantora, o que os fãs mais falam é sobre representatividade e a importância dela hoje ter conseguido tanto destaque na mídia.

"Quando eu era mais nova, sentia muita falta de me sentir representada, de me ver nos brinquedos que eu comprava, me ver nos programas de TV, capas de revista, novela. Impressionante como isso importa, a gente precisa disso. Fico muito feliz de hoje estar nesse lugar em que várias meninas se espelham em mim, porque sei como isso era importante para mim", refletiu ela.

Ela ainda contou que passou boa parte de sua infância e adolescência tentando adequar aos padrões de suas amigas. "Eu era desse bonde das meninas que não se aceitava. Quando eu tinha uns 13, comecei a alisar meu cabelo. Usei trança pela primeira vez na vida com 9 anos, usei porque queria que meu cabelo balançasse igual o das minhas amigas. Adorei, mas ainda não estava igual o das minhas amigas, queria me misturar, estar igual, aí comecei a alisar o meu cabelo. Parei com 20, quando comecei a me olhar no espelho e entender que eu não era aquilo. Eu só queria me misturar, não queria ser diferente, chamar atenção. E hoje é o contrário", contou.

Publicitária de formação, ela conta que foi para a música após, durante um trabalho, conhecer muitas pessoas que estavam engajadas em seus sonhos. Iza relembrou com bom humor quando percebeu que estava famosa.

"Quando começaram a me reconhecer na rua. Tava andando na rua, a primeira pessoa falou: "Iza?'. Eu falei: 'Oi?'. Fiquei: 'Gente, será que estudei com essa pessoa? De onde conheço?'. Aí ela começou a me elogiar. Aí entendi", falou.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!