Topo

Televisão

Quadrinista tem boné com estrela vermelha censurado no "Conversa com Bial"

Reprodução
Gabriel Bá com o boné no sofá de Pedro Bial Imagem: Reprodução

Do UOL, no Rio

29/11/2017 13h53

O quadrinista Gabriel Bá escolheu um boné com uma estrela vermelha para participar do programa "Conversa com Bial". O acessório, que aliás é sua marca registrada, foi "censurado" e a produção cobriu a estrela com fita preta. A entrevista foi ao ar na segunda-feira (27).

Bá e seu irmão gêmeo, Fábio Moon, formam uma dupla de sucesso internacional. Eles já tiveram seus trabalhos publicados na Europa e nos EUA e foram os primeiros brasileiros a ganharem o Eisner, a principal premiação dos quadrinhos.

O artista se manifestou nesta quarta-feira (29) sobre o caso em suas redes sociais. "Chegando no estúdio, o pessoal do figurino, respondendo à diretoria do programa, disse que a estrela não ia rolar. Claro que não fiquei contente, mas eu fiz uma escolha antes: a de ir com o boné. Entre entrar com a estrela coberta ou entrar sem boné, escolhi o boné. E escolheria novamente. Poderia ser um tucaninho azul e amarelo ou um número 45, o logo da Adidas ou o escudo do Palmeiras. Seria coberto da mesma maneira. Prefiro ver agora esse debate todo e o povo refletindo do que simplesmente ter entrado sem boné."

A entrevista a Pedro Bial foi concedida ao lado do irmão Fábio Moon e dos desenhistas Ivan Reis e Bilquis Evely, da DC Comics.

Procurada, a assessoria de imprensa da Globo comentou: "Existe uma orientação geral para que os convidados evitem roupas com marcas aparentes, e símbolos e números que remetam a partidos políticos. Esse cuidado reforça a isenção do programa. Não há qualquer tipo de censura ou restrição ao conteúdo da entrevista. Os convidados discorrem livremente sobre questões políticas e expõem opiniões pessoais".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!