Topo

Televisão

Chico Pinheiro encerra "JN" com "saravá"

Reprodução/TV Globo
Chico Pinheiro encerra o "JN" com "saravá" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

02/12/2017 21h24

Chico Pinheiro surpreendeu mais uma vez e encerrou o "Jornal Nacional" citando o "saravá", expressão bastante utilizada em religiões afro, neste sábado (2).

"Acabou, mas antes de encerrar eu queria lembrar que amanhã se comemora o Dia Nacional do Samba. O samba que é pai do prazer, filho da dor. É melhor ser alegre do que ser triste. A alegria é a melhor coisa que existe, assim como a luz no coração. Um saravá e boa noite pra você", discursou Chico, relembrando um trecho da música "Samba da Benção".

A expressão "saravá" significa uma espécie de saudação ou cumprimento, e constituiu-se a partir da fala dos escravos em referência à palavra "salvar".

Embora o termo seja reconhecido pelos dicionários da língua portuguesa, "saravá" é mais popular entre religiões afro --como candomblé e umbanda--, e pouco utilizado em programas de televisão.

Nas redes sociais, internautas comemoraram a fala de Chico Pinheiro no "Jornal Nacional". Até mesmo o jornalista e apresentador Britto Jr. se manifestou. "'Saravá e boa noite!' Esse é o Chico Pinheiro do povo", afirmou Britto. (Veja mais reações abaixo)

No perfil do UOL, no Facebook, um seguidor da página destacou a importância do gesto (aparentemente irrelevante). "Em um país fundamentalista e intolerante, que queima terreiros de candomblé e apedreja praticantes dos cultos afro, esse pequeno gesto é esplendidamente relevante. Obrigado Chico, o respeito à diversidade agradece", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!