Topo

Famosos

Ator acusado de estupro está abalado e quer preservar família, diz advogado

Reprodução/Facebook
Ator Thogun Teixeira Imagem: Reprodução/Facebook

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

08/12/2017 10h33

Acusado de estupro, o ator Thogun Teixeira está preocupado em preservar a família e, junto a seu advogado, se defender da denúncia. Ele, que estava no elenco da minissérie "Ilha de Ferro", da Globo, foi afastado pela emissora após o escândalo.

"Estamos dando assistência a ele, que está abalado com todo esse noticiário e se preparando para apresentar a sua linha de defesa que vai acontecer depois que tivermos ciência dos fatos. Estamos aguardando uma cópia do inquérito policial", disse o advogado Humberto Adami ao UOL.

De acordo com a denúncia, uma camareira de 47 anos da produção do longa "A Volta", do diretor Ronaldo Uzeda, foi estuprada pelo ator durante o intervalo das filmagens em Sorocaba, interior de São Paulo. 

Segundo ela, o ator voltou ao quarto horas depois e tentou estuprar uma assistente de figurino, sua companheira de dormitório e de trabalho, que é testemunha no caso.

A relação, conforme a versão de Thogun, foi de comum acordo. "Ele nega as acusações que foram feitas. Houve sexo consensual com a primeira denunciante e não houve qualquer ato em relação a segunda", declarou o advogado.

Diante da enorme repercussão do caso, o ator se afastou das gravações da minissérie. "É inconcebível ele permanecer com a rotina normal quando se tem uma acusação desse tipo. É um verdadeiro desastre. Ele está preocupado com as consequências principalmente em relação à família. São reações de racismo, que vêm acompanhadas de muita violência. É melhor ele se recolher e afirma a sua inocência", disse Adami.

Sobre o afastamento pela Globo, o advogado informou que o ator até agora não foi informado formalmente.