Televisão

Sandra Annenberg ganha prêmio e explica memes: "Não podia ser deselegante"

AgNews
Sandra Annenberg na entrega do prêmio Melhores do Ano, do "Domingão do Faustão" Imagem: AgNews

Do UOL, no Rio

10/12/2017 18h33

Sandra Annenberg venceu o prêmio Melhores do Ano, do "Domingão do Faustão", na categoria jornalista. Ao receber o troféu das mãos de Fausto Silva, a apresentadora do "Jornal Hoje" falou das eleições de 2018 e das comemorações de seus 50 anos.

"Nós vivemos um ano muito difícil para o nosso país, mas eu sou otimista, gosto de olhar para a frente. Ano que vem é importante para todos nós, temos muito a fazer. Além dos 50 anos de idade que completo ano que vem, vamos passar por momento muito importante que todo país passa, as eleições. Democracia é o poder do povo, vamos escolher quem vai nos representar. Todos juntos temos essa responsabilidade, está em nossas mãos. Precisamos pensar, estudar quem são, o que eles pensam, propõem, e depois ficar cobrando fiscalizando. Nós que vamos reerguer esse país, depende de nós", disse.

Nos bastidores, a parceira de bancada de Dony De Nuccio falou sobre seus comentários virarem memes. 

"Monalisa Perrone foi empurrada covardemente por um sujeito, tudo o que eu queria ter falado era outra coisa, mas eu não poderia ser deselegante com meu público", contou.

Ela ainda relembrou o "Não ouvi o que eu ouvi, ouvi?", proferido neste ano. "Também foi em resposta a um médico que foi muito deselegante. Ninguém poderia dizer isso", disse Sandra. "Acho que é até bom para a gente poder desopilar um pouco."

Em conversa com jornalistas, ela falou mais sobre os planos para celebrar meio século. "Quero chegar aos 50 com muita saúde, com muita vida. Eu tenho muita paixão pelo que eu faço. Quero continuar trabalhando, porque a gente vai envelhecendo e eu tenho muito orgulho de chegar aos 50 do jeito que eu estou chegando. Batalhando muito e com os meus cabelos brancos aí sem pintar e vamos que vamos.”

A mulher de Ernesto Paglia falou ainda sobre a mudança que ocorreu na bancada do "Jornal Hoje" neste ano. "É um jornal feito a dois, é uma parceria. O Evaristo foi tocar o lado dele, escolheu o caminho dele e foi ser feliz assim. Eu me despedi dele e recebi de braços abertos o Dony, que é um grande companheiro, um parceiro incrível, muito preparado. E chegou com muita vontade. Isso é muito importante. Como o jornal é feito a dois, os dois têm que estar muito a fim. E ele está”, disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Chico Barney
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Chico Barney
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Slate
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Topo