Topo

Famosos

Ex-mulher afirma que apanhava de Naldo na frente do filho: "Ele é doente"

Reprodução
Branka Silva, ex-mulher de Naldo Benny, comentou a prisão Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

12/12/2017 07h22

Branka Silva, ex-mulher de Naldo Benny, comentou a prisão do cantor por agredir Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, no "Superpop" desta segunda-feira (11). A produtora afirmou que também apanhou dele.

"Sim [apanhava]. Meu filho presenciou. Eu nunca denunciei porque pensava no meu filho, ele era muito pequeno. O Naldo nunca me deixou marcada", afirmou, concordando quando Luciana Gimenez questionou se ele empurrava e puxava cabelo. "Vira uma guerra. Ele é doente e torna quem está com ele, doente. Acredito que com ela [Moranguinho] o grau foi mais elevado", palpita.

Branka explica como uma mulher agredida se sente. "É uma coisa que cresce, aprisiona. A pessoa que apanha, que sofre esses abusos, também é doente, porque está presa nesse mundo. Você acaba fazendo tudo o que ele quer, começa a pensar no filho, na família, e acredita que ele vai mudar. Para quem passa por isso, não é fácil. Muita gente julga, mas só quem passa sabe o que é ir numa delegacia denunciar o pai do seu filho e ir pra casa correr os mesmos riscos", desabafa, contando como era o comportamento do cantor quando dividiam o mesmo teto.

"Ele tinha ciúme, sim, era muito ciumento, possessivo. O fato de ter amigo homem, trabalhar fora, roupa, independência... Eu não podia falar com homem no telefone, bonito, feio, não importava. Se ele estivesse do lado, era ele quem falava. Minhas amizades eram as irmãs dele, sair à noite, só com ele. Ele ficava muito bravo, mas só com a parceira, com os outros, não. Eu tinha medo, receio", confessa.

Ela encarou até traições, culminando com a que Naldo a trocou por Moranguinho em 2010 durante as gravações de um clipe que a produtora dirigia. "Ele era bravo e nunca foi fiel. A gente casou muito cedo, adolescente, não viveu. Eu tive o Pablo e ele foi viver. Eu desconfiava, algumas vezes eu tive certeza, mas a gente perdoa por causa da família. Descobri algumas traições dele e perdoei".

Branka acredita que Moranguinho era agredida com frequência. "Não acredito que do nada ele deu uma surra nela ,foi aos poucos". E afirma perdoar o ex por tudo. "Foi uma coisa que ficou lá atrás. Eu perdoo, mesmo, de coração. Não sinto nada, ele para mim é um estranho. De todo o mal que ele me fez, o pior foi [pedir a guarda do] meu filho e me expor".

Naldo pagou fiança e foi solto. A polícia ainda encontrou uma arma na casa do cantor. Ele disse que procuraria ajuda profissional e que estava arrependido do que fez, postando um vídeo chorando.

"Quantas mulheres se calam?"

A ex do cantor Naldo disse no "Melhor Pra Você", nesta terça (12), que durante o relacionamento ele nunca procurou tratamento, mas contou que o temperamento agressivo melhorou:
 
"Ele não tentou fazer tratamento, fomos só ao encontro de casais da igreja e melhorou bastante. As agressões não aconteceram mais. Logo depois veio a nossa separação por causa da carrerira dele".

Branka disse, também, por que ficou em silêncio durante todo esse tempo. "Quantas mulheres passam por isso, sofrem agressões e se calam? Não é fácil ir a uma delegacia denunciar o marido. Até porque não há uma estrutura para te receber ou um psicólogo", afirmou ela.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!