Topo

Famosos

Sabrina Parlatore diz por que escondeu câncer: "Queria me tratar em paz"

Divulgação/SBT
Sabrina Parlatore e Danilo Gentili no "The Noite", do SBT Imagem: Divulgação/SBT

Colaboração para o UOL

13/12/2017 08h36

Sabrina Parlatore contou no "The Noite" de terça-feira (12) como a música a ajudou a superar o câncer de mama que descobriu em 2015. A apresentadora, que mostrou seus dotes vocais no "Popstar", da Globo, relembra o quanto sofreu no tratamento.

"Foi um susto muito grande, foi severa a coisa. Você incha, tem milhares de efeitos colaterais. Só não perdi tudo porque usei um aparelho de resfriamento que acaba conservando a maior parte do cabelo. Mas perdi todos os pelos do corpo. É uma paulada, um atropelamento a quimioterapia", desabafa.

O tratamento não veio logo após descobrir que havia algo diferente no corpo. "É muito comum a mulher ter nódulos nos seios, a maioria é benigna. Um ano antes, nos meus exames de rotina, tinha aparecido um pequenininho. O laboratório indicou uma biópsia, mas o médico achou melhor monitorar. Dez meses depois, ele dobrou de tamanho. Mesmo assim, ainda peguei no começo".

Nesse período, Sabrina fez até apresentações. "A música é alimento da minha alma, me coloca em outra dimensão. Fiz alguns shows durante a quimioterapia e ninguém sabia. Mesmo cansada, sem muito fôlego, eu ia porque me fazia bem no fim das contas", diz, explicando por que manteve a doença em sigilo na época, contando só depois.

"Durante o tratamento foi um período delicado, eu não queria que ninguém soubesse. Queria me tratar em paz, não ia conseguir ficar parando para explicar. Comecei a perceber que poderia ser bom eu contar minha história, são muitas mulheres passando por isso".

A vontade de cantar era antiga. "Eu estava sempre entrevistando as pessoas, mas queria estar do outro lado, cantando. Ninguém imaginava que eu realmente quisesse cantar. Com o 'Popstar' eu fiquei conhecida do grande público. Os especialistas falavam que eu era a maior surpresa do programa". 

A ex-VJ da MTV, que afirma não se incomodar de ser reconhecida até hoje pelos programas que comandou, fala o que mudou após a cura. "Não estou mais vivendo no futuro como eu vivia sempre. Aprendi a viver o presente e isso está me trazendo muita felicidade".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!