Topo

Televisão

Mister M relata suposto câncer terminal, mas não apresenta exames

Reprodução/TV Record
Mister M relata suposto câncer terminal, mas não apresenta exames Imagem: Reprodução/TV Record

Do UOL, em São Paulo

14/12/2017 00h36

Um dos mágicos mais conhecidos da TV brasileira, Mister M, de 61 anos, relatou o drama de um suposto câncer na próstata, descoberto pelos médicos já em estágio avançado há cerca de dois anos.

O mágico, que se chama Leonard Montano e adotou o nome artístico Val Valentino, contou em entrevista ao "Programa do Gugu", da TV Record, nesta quarta-feira (13), que percebeu os primeiros sinais do câncer quando fazia uma viagem ao Japão. Ele não se sentiu bem, consultou vários médicos, mas só depois de algum tempo recebeu a notícia.

"O médico me disse que as coisas não pareciam bem, que eu teria que fazer uma cirurgia. Não teria outra opção. Mas eu não quis fazer. Tomei a decisão logo ali, quando o médico olhou pra mim e disse 'acredite, você tem que fazer a cirurgia e pronto'", relembrou o artista, que acabou sendo convencido. 

Sem dinheiro para arcar com os custos, Mister M recorreu ao chamado "crowdfunding" (espécie de "vaquinha virtual") para arrecadar dinheiro para realizar a cirurgia e comprar medicamentos. 

"Dependendo de qual o procedimento vai ser o melhor para mim, e quantos tratamentos preciso fazer ou se vão remover a próstata de uma vez, varia entre US$ 60 mil a US$ 150 mil, só pelos procedimentos, fora os custos com recuperação e muitos outros... Após seis anos sem fazer shows, todas as minhas reservas foram embora, todo o dinheiro que eu guardei", contou ele.

Cadê os exames?

A produção do programa de Gugu Liberato pediu ao artista para que apresentasse os exames que confirmariam a existência do câncer.

Segundo a emissora, "após inúmeros contatos e a realização da entrevista, a namorada do mágico, Katlyn Burns, enviou dois vídeos através do celular e apontou supostos erros em documentos" (que seriam os exames). Nas imagens, os papéis estão cheios de anotações a mão feitos por ela.

De acordo com a moça, o diagnóstico dado a Mister M teria sido feito de forma verbal pelos médicos. Ela admitiu também que o mágico não fez nenhuma biópsia que daria o diagnóstico definitivo para a doença.

O artista norte-americano ficou conhecido no Brasil na década de 1990 por revelar truques de mágica em um quadro do "Fantástico", narrado por Cid Moreira, na Globo.