Topo

Televisão

Brasileiros descumprem pedido e mandam vídeo até de lixão para Globo

Reprodução/TV Globo
"Revoltados" descumprem pedido de Globo em campanha "Que Brasil você quer para o futuro?" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

23/01/2018 22h49

A TV Globo lançou no início de janeiro uma campanha em que pede para que telespectadores façam vídeos, de preferência em lugares bonitos e representativos de sua cidade, e enviem à emissora respondendo a seguinte pergunta: "Que Brasil você quer para o futuro?". A iniciativa faz parte do calendário de cobertura jornalística da emissora para as Eleições, em 2018.

O problema é que, ao contrário do que foi pedido, a emissora tem recebido vídeos de muitos brasileiros "revoltados" com a atual situação do país (ou de sua cidade) e reproduzindo imagens em cenários, digamos, não muito atraentes, como lixões e estradas esburacadas.

"De todos os cantos do Brasil, estamos recebendo vários vídeos. A gente pediu para que a gravação fosse feita em um lugar bem representativo de onde você vive. Aí teve gente que fez selfie em um lugar que simboliza a cidade, teve gente que preferiu mandar o recado de um lugar que tem problemas, porque consideram que esse lugar com esse problema é o que representa a sua cidade. Mas está valendo [do mesmo jeito]. Quem escolhe o cenário é você", amenizou William Bonner no "Jornal Nacional", nesta terça-feira (23).

"Brasileiros revoltados"

Embora tivesse pedido vídeos de lugares "representativos", a TV Globo não deixou de mostrar a revolta de alguns brasileiros. Foi o caso de José Júlio, mineiro de Minas Novas, revoltado com a estrada esburacada de sua cidade, que teve asfalto "colado com cuspe", segundo ele.

"Eu não quero mostrar beleza, não. Aí a pergunta é: 'Que país eu quero para o futuro?' Eu quero um país onde o dinheiro não fique jogado fora, fazendo esse asfalto colado de cuspe, porque isso daqui está uma vergonha", reclamou ele.

De São João do Meriti, na Baixada Fluminense, Sérgio Luiz também enviou o seu vídeo, mas fez a gravação em frente a um lixão. "Eu quero um Brasil sem covardia, sem sofrimento e sem miséria. Nesse mundo, talvez, se cada um fizesse um pouquinho, o mundo não fosse tão imundo", pediu.

 
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!