Famosos

Flávia Freire abre clínica de estética e diz que valeu a pena sair da Globo

Reprodução/Instagram/flafreire_
Flávia Freire, que se mudou para Portugal há um ano, exibe seu novo visual Imagem: Reprodução/Instagram/flafreire_

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

07/02/2018 13h03

Flávia Freire, que pediu demissão da TV Globo após 19 anos de casa, está prestes a iniciar uma nova fase profissional em Portugal, onde vive com o marido e o filho. Um ano depois da decisão de deixar o jornalismo, a ex-apresentadora e moça do tempo deve gerenciar uma franquia na área de estética. Ainda com pouca experiência no ramo, ela diz, em entrevista ao UOL, que "deixou a intuição falar mais alto". 

”Descobri que não consigo ficar parada, que tenho o bichinho do trabalho dentro de mim. Depois de cuidar de tudo para que estivéssemos bem instalados e adaptados, decidi seguir minha intuição e abrir um negócio próprio. Algo que também me desse prazer. A diferença é que agora eu farei os meus horários”, afirma ela, que pretende inaugurar sua clínica daqui a uma semana na cidade do Porto, ao norte de Portugal.

Com experiência tanto na função de repórter de rua quanto como de apresentadora na bancada, a jornalista, que também comandou o “Bem Estar” na licença-maternidade de Mariana Ferrão, entre 2013 e 2014, diz ter se encontrado no ramo da beleza. Ela diz que o estalo veio após constatar tratar-se de um mercado em pleno aquecimento.

“Sempre achei fascinante o ramo da estética e pensei: por que não fazer algo nessa área? As pessoas estão cada vez mais preocupadas com o bem-estar e a aparência. Esse é um negócio do presente e do futuro”, conta.

A clínica reunirá equipamentos para tonificar a pele, tratar a celulite, reduzir medidas, entre outros. “Também teremos procedimentos médico estéticos e uma nutricionista. Como não tinha experiência na área, optei por uma franquia líder na Europa.”

Família foi decisiva

Quando se despediu dos antigos colegas na Globo, Flavia escreveu um longo e-mail no qual informava que queria se dedicar mais à família. Um ano depois, ela confirma a decisão. "Eu queria ter mais qualidade de vida e mais tempo pra família. A rotina na TV é muito pesada e sacrificante. São muitas horas de trabalho, fins de semana e feriados. Meus horários variavam muito e eu nem sempre conseguia passar o tempo que gostaria com o meu filho”, lembra ela que é mãe do pequeno Matheus, de 2 anos.

Flávia conta que foram meses de preparação até deixar para trás a carreira que seguiu por 19 anos. Olhando em retrospecto, a ex-repórter e apresentadora diz não ter se arrependido. “Valeu a pena e muito! Consegui o que queria. Mais tempo para mim, para minha família e para novos projetos. Hoje sou mais dona da minha vida, dos meus horários e consigo adaptar a minha rotina às minhas necessidades”, afirma. 

Ela reconhece, no entanto, que a distância do país e da rotina faz falta. "Sinto saudades de estar na rua, de contar boas história, de conhecer pessoas incríveis e de poder ajudar a mudar a vida de muitas delas", diz. Já a saudade do Brasil é amenizada, ela conta, pelas visitas de amigos e parentes. Carla Vilhena, por exemplo, que também deixou a Globo recentemente, a reencontrou no fim do ano passado em Portugal. 

Divulgação/Globo
Flávia Freire e Carlos Tramontina na bancada do telejornal local "SPTV" Imagem: Divulgação/Globo
“Não é uma rotina recheada de glamour”

Flávia acredita que a notícia de profissionais que seguiram o mesmo caminho dela e também deixaram a emissora --como Carla Vilhena e Evaristo Costa, do “Jornal Hoje”, no ano passado --comovem o público pelo fascínio exercido pelo universo da televisão.

“Ainda hoje muita gente sonha em trabalhar lá. E ver o movimento contrário, ou seja, profissionais com carreiras consolidadas buscando novos caminhos, vai contra tudo isso. Mas não é uma rotina tão recheada de glamour como as pessoas pensam. Exige muitos sacrifícios”, observa.

A cegonha vem aí: "Estamos praticando"

Reprodução/Instagram/flafreire_
Flávia Freire com o marido e o filho passaram o último Natal no Rio de Janeiro Imagem: Reprodução/Instagram/flafreire_
Aos 43 anos, Flávia Freire tem planos de ter outro filho com o empresário Miguel Roquette. Matheus, ela conta, aceitou bem a mudança de país e já pede um irmão.

“Agora que já estamos devidamente instalados e adaptados já começamos a praticar”, diz, aos risos. “Espero conseguir mais essa dádiva. Está nas mãos de Deus. Matheus já disse que quer um irmão. Eu e meu marido torcemos por uma menina. Ter um casal deve ser divertido, mas o importante mesmo é vir com saúde. Estamos na torcida”, afirma ela, que acabou protelando a maternidade por conta da profissão. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Da Redação
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Da Redação
TV e Famosos
Da Redação
TV e Famosos
Da Universa
Universa
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo