Topo

Famosos

Apresentador Luiz Gasparetto revela ter câncer: "Não tenho medo de morrer"

Reprodução/Facebook
Luiz Gasparetto, ex-apresentador da RedeTV!, revela ter câncer no pulmão Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

21/02/2018 18h29

Ex-apresentador da RedeTV!, Luiz Gasparetto revelou lutar contra um câncer no pulmão. Em vídeo publicado no Facebook, o psicólogo e terapeuta espiritual de 68 anos reapareceu mais magro, desabafou sobre a "escuridão" que trouxe a doença, tranquilizou o público e disse não ter medo da morte.

"Não estou triste nem abatido. Estou diagnosticado fisicamente com câncer no pulmão. Eu não tenho medo de morrer, porque convivo com fantasmas o dia inteiro, como vou ter medo de morrer? A única coisa é essa escuridão na minha vida, que me apareceu tão forte e me desafia. Muda tudo. Você reavalia tudo: a comida, como as pessoas agem, meu trabalho, meu amanhã", afirmou.

"Morrer não significa que essa escuridão não vai seguir comigo. Morrer não é a solução. Deixei de alguma forma minha ignorância penetrar em mim um ressentimento, por exemplo. Não tanto com pessoas, mas com a vida", continuou o apresentador, que disse ter tomado até morfina para aliviar as dores. Brincalhão, ele chamou o tratamento de "chiquérrimo".

"Não tenho medo de morrer, mas claro que não quero a dor. Hoje, entendi que não. Quanto mais entendi que não, mais a dor foi embora. Vocês sabiam que eu não estou com nenhuma dor nem estou tomando remédio? Porque já tomei até morfina nessa coisa toda. É chiquérrimo tomar morfina, nunca tinha tomado, tão incrível o poder, mas é uma droga terrível. Ela aplaca a dor. É uma experiência incrível, mas ao mesmo tempo é estar ali completamente sem poder, completamente dependente, impotente", descreveu.

Gasparetto negou sentir culpa pela doença: "Percebi que não estava errado amar, mas os canais com que eu expressava o amor. Você tem que esperar ter um câncer como eu para voltar a reassumir a sua alma como ela é e rever esse seu canal? Eu estou nesta prova. A coisa é séria, viu? Não brinca com isso, não. Também não brinquei, fiz o que eu sabia. A culpa só piora, deprime, deplora. Culpa é escuridão, não é luz. Mas não percebia que eu alimentei minha escuridão, ficou preta, sólida aqui dentro. Eu a vi quando vi a chapa do pulmão esquerdo cobrindo o coração. Ficou real. Eu a fiz ficar real".

O psicólogo, que apresentou o programa "Encontro Marcado" entre 2005 e 2008 na RedeTV!, também disse não sentir mágoa da vida e agradeceu a Deus pela oportunidade de lidar com o câncer: "Não estou magoado com a vida. Achei que Ele fez muito certo de me dar essa doença, porque é uma oportunidade para mim, com a minha inteligência. O importante agora é como expressar o meu amor de forma legítima, porque preciso viver Deus em mim. O amor é Deus em nós".

O apresentador continuará trabalhando enquanto se recupera do câncer: "Estou aprendendo a agradecer, a dizer 'eu gosto de você', 'valorizo você', estou aprendendo a passar a mão nas coisas e falar 'eu gosto'. Vou voltar com tudo, estou reformulando toda a minha vida profissional, mas na internet não vou mudar, vou continuar trabalhando. Toda semana estarei aqui com vocês".

Gasparetto finalizou o vídeo pedindo para o público não rezar por ele, mas imaginá-lo mais saudável para que ele volte ao peso ideal: "'Ah, vou fazer uma prece para o Gasparetto'. Não faça. Deus já está comigo, pode ficar calmo. Perdi muito peso, era mais gordinho, mais cheinho, mais gostoso. Me veja ativo, bonito, falando coisas que tocam o seu coração. O Gasparetto é assim, com a mente bem concentrada. Você não sabe o poder que tem quando faz isso. Você faz isso para mim? Faz que você vai me ajudar pacas!".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!