Topo

Famosos

Vitória Frate desabafa sobre amamentação: "Maior desafio que enfrentei"

Reprodução/Instagram/vitoriafrate
Vitória Frate com Carolina Imagem: Reprodução/Instagram/vitoriafrate

Colaboração para o UOL

23/02/2018 13h37

Mãe da fofa Carolina, de 9 meses, sua primeira filha com o ator e escritor Pedro Neschling, a atriz e artista plástica Vitória Frate usou sua conta no Instagram nesta sexta-feira (23) para desabafar sobre a amamentação. E um "textão", ela falou sobre as dificuldades que encarou.

"A amamentação foi o maior desafio que enfrentei nos primeiros meses de vida da Carolina. Eu não tinha leite o suficiente. Comecei a fazer a translactação e cada mamada era um trampo. Quando finalmente me acostumei a amamentar, sempre com aquela parafernália toda, e achei que já estava tudo dominado eis que aparece a alergia à proteína do leite de vaca. Carolina não se adaptava a nenhuma fórmula. Voltamos ao peito exclusivo o que significava para mim amamentar de hora em hora um bebê de 4 meses. Toda mãe sabe que essa dinâmica é inviável. Depois de uma semana eu estava aos prantos no consultório por uma solução", disse ela.

Logo depois, ela explicou que optou por mudar a alimentação na rotina de sua filha para resolver o problema. "Decidimos começar a introdução alimentar mais cedo. Foi puro sucesso. Sem a pressão de ter a amamentação como única fonte de nutrição da minha filha, fui relaxando. Minha produção de leite aumentou e com a ajuda dos alimentos Carolina ficou cada dia mais saudável e gordinha. Hoje a amamentação é pura alegria. Mais um momento de aconchego do que qualquer outra coisa e planejo seguir amamentando o tanto que der", explicou.

Porém, ela disse enfrentar olhares tortos e opiniões que não concorda e deu uma dica direta para quem gosta de se meter. "Aí, minhas caras e caros, adivinhem o que começo a escutar? Que a bebê já está grande! Que está na hora de parar. E é aí que vem o propósito desse texto imenso. Deixem as mães em paz. Não precisamos da sua opinião!!! Ter um bebê e tudo o que se segue é um turbilhão de dimensões imensuráveis. Só as mães sabem onde o calo de cada uma aperta e o quanto difícil e desafiador é passar por esse momento. Tudo o que precisamos é apoio. Cada maternidade é única", desabafou.