Topo

Famosos

Cris Vianna sobre racismo: "Não é 'mimimi', a gente sofre muito na rua"

Reprodução/TV Globo
Cris Vianna falou sobre racismo durante o "Encontro" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

26/02/2018 11h38

Fátima Bernardes decidiu voltar ao tema do racismo uma semana depois de Yasmin  Stevam, 22, ter ido ao "Encontro" falar contar uma experiência que sofreu numa entrevista de emprego por conta de seu cabelo e ter virado alvo de memes racistas nas redes sociais. A apresentadora e Cris Vianna falaram sobre o tema.

"Essa jovem foi vítima de comentários racistas, preconceituosos, deixou nós muito chocados. Não vou mostrar nem comentar esses comentários racistas. E se você repassa, acaba entrando nessa onda", disse Fátima. A atriz concorda. "É importante não fortalecer as palavras de ódio e racismo. Quando você conta para os outros, fortalece de alguma forma".

"O problema do racismo não é só dos negros. A gente vive numa sociedade que não entendeu ou não quer entender isso, é um problema de toda a sociedade. A gente sofre muito na rua, não dá para dizer que não existe ou que é uma coisa minha, que sou negra. É de toda a sociedade. É muito doído viver esse tipo de coisa", desabafa Cris.

Ela comemora que atualmente os holofotes estejam nesse assunto. "As pessoas hoje em dia estão mais corajosas,durante anos ninguém se manifestava. Parece que você está se vitimizando, fazendo 'mimimi', mas não é verdade. Não somos iguais, somos diferentes e o que a gente busca é ser respeitado. Quando a gente caminha para respeitar as diferenças, é o ideal".

"Eu ouvi muito 'você é uma negra bonita'. Essa frase não é boa. Eu olho e reforço que não é legal. Hoje as pessoas estão mais abertas ao diálogo. Moreninha é de morrer. Não é morena, é negra. É uma delícia ouvir", completa Cris.