Topo

Famosos

Mário Gomes conta que sofre de síndrome do pânico: "A gente não se cura"

Reprodução/Globo
Mário Gomes no "Vídeo Show" Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, no Rio

27/02/2018 15h08

De volta à Globo, após 10 anos, para uma participação em "Tempo de Amar", Mário Gomes relembrou sua trajetória na emissora no "Vídeo Show" desta terça-feira (27). No programa, o ator relembrou alguns personagens de novelas e viu uma matéria exibida no "Fantástico" há 25 anos, com Gloria Maria, falando sobre o nascimento da sua filha Linda Gomes, fruto do seu relacionamento com Patrícia Mendes. Mário desabafou sobre esse momento de sua vida.

"Quando a Linda nasceu eu tinha síndrome do pânico, eu tenho, a gente não se cura, mas aprende a controlar essa ansiedade, vivia sempre com angústia e estava meio desajustado dentro do afeto sexual, essa coisa da vida amorosa, tinha muitas namoradas... Quando ela nasceu eu fiquei meio assustado, lembro que entrei um pouco em crise porque não estava preparado para segurar aquela responsabilidade, não estava maduro para ser pai", explicou.

Mário procurou então um tratamento para aprender a lidar com essa nova responsabilidade em sua vida. "Fui pro analista, ele falou 'vamos trabalhar sua afetividade com a sua filha'. Comecei a fazer um trabalho mecânico trabalhando esse lado afetivo... Quando ela fez 4 anos, eu estava sentado no carro, ela estava em pé atrás da cadeira, eu estava muito tenso, me deu um abraço e colocou a mão... Eu senti um alívio, aí ali eu entendi a relação de amor. Ali que comecei a mudar para ser um cara mais ajustado, mais sereno, feliz, mais amoroso...", completou.

Mário Gomes é pai de Linda, Catarina, Thalita e João.

Sem se aprofundar no assunto, o ator falou ainda de Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). "Essa coisa de TOC é muito complicado, hoje em dia as pessoas até entendem, antes achavam que era frescura, hoje as pessoas já entendem isso como uma enfermidade".