Topo

Famosos

Anitta desabafa sobre críticas após ficar "offline" no Havaí: "Que triste"

Reprodução/instagram/thiago21
Anitta e Thiago Magalhães Imagem: Reprodução/instagram/thiago21

Colaboração para o UOL

05/03/2018 15h50

Depois de ficar quatro dias longe das redes sociais, viajando com o marido, Thiago Magalhães, pelo Havaí, Anitta está de volta. Porém, a cantora acabou fazendo um desabafo em seu Instagram nesta segunda-feira (5).

Tudo começou após ela contar aos seus seguidores que ficou esse período desconectada para descansar e curtir a folga. "Tranquei (meu celular) no cofre do hotel no Havaí e fui viver. Já pararam pra se perguntar quantas vezes você olhava pro celular enquanto o mundo acontecia ao seu redor?", declarou ela. "Não me entendam mal, a internet faz meu sonho possível, amo, sou grata, reconheço. Converso com vocês que me ajudam tanto. Mas tudo na vida precisa de equilíbrio. (...) Conectar é preciso, gostoso, importante. Desconectar também", completou.

Minutos mais tarde, Anitta voltou à rede social e mandou um recado aos haters, quem segundo ela, fizeram comentários maldosos, como "é fácil se desconectar no Havaí".

"Ô, minha gente, que triste para quem não conseguiu captar a real mensagem que quis deixar aqui. Eu já fiz isso muitas outras vezes, um dia dentro de casa com minha família, outro dia num hospital com crianças muito espertas, outro dia em um orfanato dentro de uma comunidade com crianças que me ensinaram muito e várias outras vezes. Esses momentos não foram em lugares paradisíacos mas me proporcionaram visões tão bonitas quanto. Se desconectar era a mensagem de fato, não importa onde e sim como" explicou ela.

Voltei. Me propus a ficar 4 dias sem pegar no celular. Tranquei no cofre do hotel no Hawaii e fui viver. Já pararam pra se perguntar quantas vezes você olhava pro celular enquanto o mundo acontecia ao seu redor? A tecnologia é uma mágica alcançada por nós, trouxe tanta coisa boa pra gente. Graças a ela eu consigo levar meu trabalho mais rápido pelo mundo afora, por exemplo. Posso falar com a minha família enquanto estou longe trabalhando. Posso comandar minha empresa a distância. Podemos ajudar pessoas de longe. Quanta coisa boa! Mas será que estamos usando da maneira certa? Nesses 4 dias sem telefone vi pessoas jantando sem se falar, presos em suas telas. Uma paisagem linda como essa e todos no telefone. Não era melhor então ver pelo google? Vi uma baleia passar na nossa frente do nada (se estivesse olhando minha tela nao veria). Quantas vezes pegou no telefone hoje sem ter motivo algum? Preso na dependência dos likes, dos comentários, em ver a vida alheia, em comentar a vida alheia. Isso foi feito pra nos divertir, e não para nos tornar pessoas ansiosas, depressivas e dependentes. Foi feito para nos unir, e não pra fazer as pessoas brigarem e jogarem ódio umas nas outras. Foi feito pra matarmos a saudade de quem está longe, e não pra bisbilhotar a vida do outro e encher o coração de inveja. A vida de todos tem momentos ruins, mas as pessoas não postam momentos difíceis em suas redes sociais. Então não podemos afundar nossos olhos como se esse fosse o mundo em uma tela. Essa é uma versão do mundo em uma tela. Não me entendam mal, a internet faz meu sonho possível, amo, sou grata, reconheço. Converso com vocês que me ajudam tanto. Mas tudo na vida precisa de equilíbrio. Foram apenas 4 dias. Voltei e tudo continua caminhando como estava antes, tudo certo. Agora estou aqui novamente e a vida segue. Conectar é preciso, gostoso, importante. Desconectar também.

Uma publicação compartilhada por anitta 🎤 (@anitta) em

Não tirei muitas fotos nessa viagem porque, como disse, estava sem celular. Os poucos cliques foram feitos pelo Thi que não conseguiu segurar a tentação da desconexão 😂. Mas vi algumas pessoas comentando que "é fácil se desconectar no Hawaii". Ô, minha gente, que triste para quem não conseguiu captar a real mensagem que quis deixar aqui. Eu ja fiz isso muitas outras vezes, um dia dentro de casa com minha família, outro dia num hospital com crianças muito espertas, outro dia em um orfanato dentro de uma comunidade com crianças que me ensinaram muito e várias outras vezes. Esses momentos não foram em lugares paradisíacos mas me proporcionaram visões tão bonitas quanto. Se desconectar era a mensagem de fato, não importa onde e sim como. Este lugar da foto, por exemplo... temos um lugar assim no Rio de Janeiro, tão lindo quanto, na floresta da Tijuca. Na época em que morava em Honório Gurgel peguei um ônibus e fui lá ver. Uma delícia. Durante quase toda essa viagem por exemplo, choveu. Na primeira vez que consegui tirar ferias por mais de 3 dias em anos. E nem por isso saí reclamando da vida ou me afundei na internet pra assistir as pessoas com inveja de quem tinha sol (sim, as pessoas hoje em dia tem inveja de coisas inimagináveis). Eu agradeci a Deus, por ter saúde, paz, por ter crescido na vida e tido a oportunidade de conhecer outros lugares e por estar ao lado de gente que me ama. Eu só decidi postar sobre isso dessa vez porque fiquei mais de 4 dias sem postar e durante esses dias meu fãs celebravam uma data que escolheram para festejar a existência dessa base de fãs que tanto me apoia. Eles ficaram tristes por eu não ter aparecido e agora que entenderam o motivo me apoiaram. E também porque me fez bem, e quis compartilhar com os outros algo que me fez bem. Nas outras vezes não quis dar margens pra comentários sobre caridade pra auto promoção e blá blá blá, essas coisas de internet. 🤷🏽‍♀️

Uma publicação compartilhada por anitta 🎤 (@anitta) em

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber