Topo

Famosos

Rita Cadillac relembra pornôs: "Fiquei bem mal, doente, em depressão"

Reprodução/Youtube
Rita Cadillac diz que ficou mal ao fazer filmes pornográficos Imagem: Reprodução/Youtube

Colaboração para o UOL

08/03/2018 10h53

Rita Cadillac falou sobre sua trajetória em entrevista ao canal de Antônia Fontenelle no Youtube. A ex-chacrete voltou a comentar os filmes adultos que fez nos anos 2000.

"Foram 20 cenas, que podem ser transformadas em 200 mil filmes. Quando estava na ''Fazenda' a primeira vez [2013] lançaram um, e o pior é que quem compra pensa: 'já vi isso, é a mesma cena'", alerta, dizendo não ter a dimensão na época de como era fazer pornô. "Quando assinei o contrato não tinha essa noção, eu estava acostumada a fazer pornochanchada, que não tem a cena em si propriamente, só parece que existe".

A partir do "gravando", seu sofrimento começou. "Quando aconteceu a primeira cena real, foi o fim do mundo. Fiquei bem mal, doente, em depressão, chorei muito, mas tinha assinado o contrato, precisava daquilo. Me machucou muito", recorda.

Rita afirma que a reação dos vizinhos foi oposta a que esperava. "Não aconteceu comigo o que eu imaginei. Achei que ia seria uma cena de desenho animado: acordar, abrir minha janela - e nessa época morava em uma vila - e todas as janelas iam fechar quando eu abrisse a minha. Foi justamente o contrário".

Contando dos tempos de Chacrete, do lado mãe, de ser "musa dos presidiários" e da tentativa de entrar na política quando se candidatou a vereadora em Praia Grande (SP), ela se diz satisfeita com sua trajetória. "Só me arrependo do que nunca fiz, do que fiz sou muito consciente".