Topo

Famosos

Assassinato de Marielle Franco causa tristeza e revolta entre famosos

Reprodução/Instagram
Marielle Franco Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

15/03/2018 08h16

A morte da vereadora carioca Marielle Franco, (PSOL), 38 - assassinada a tiros na noite de quarta-feira (14), no bairro do Estácio, no Centro do Rio -, causou tristeza e indignação em famosos de várias áreas. No Instagram, atores, atrizes, cantores e cantoras compartilharam textos em que enaltecem a luta dela e afirmaram que os ideais defendidos por Marielle vão continuar.

"Vamos transformar a nossa dor na luta que ela travava! Apesar do medo, vamos adiante", disse Camila Pitanga.

"Em profunda tristeza pela falta dessa estrela Maravilhosa! Marielle era o lugar de fala perfeitamente amadurecido, em defesa dos mais ameaçados pela violência, pela truculência , por esta intervenção opressora e cruel! Em choque", disse Letícia Sabatella.

"Marielle Franco, PRESENTE. Mulher negra, cria da Maré, defensora dos Direitos Humanos, socióloga, mestra em Aministração Pública e vereadora da Câmara do Rio de Janeiro. Assassinada", escreveu Alinne Moraes.

"Das poucas vezes que me falta a voz. Chocada. Horrorizada... Toda morte me mata um pouco. Dessa forma me mata mais. Mulher, negra, ativista, defensora dos direitos humanos. Marielle Franco, sua voz ecoará em nós. Gritemos", falou Elza Soares.

"Obrigada por abrir caminhos, guerreira. Permaneceremos atentas ao aprendizado da tua trajetória destemida e até debaixo de tempestade. Seguiremos firmes na luta", afirmou Maria Casadevall.

"Tiraram a vida de Marielle Franco. Assassinaram uma guerreira. Por ser negra, por ser mulher e por ser guerreira. Marielle dedicou sua vida à luta contra a injustiça e a barbárie. E morreu por isso. Não podemos nos calar. Marielle nunca se calaria", legendou Gregório Duvivier.

"Ela acaba de ser assassinada. A doce e forte Marielle Franco. Estava vereadora no Rio de Janeiro. Eu a conhecia. Ela lutava pela paz, por oportunidades iguais para todos. Denunciava a corrupção na câmara, na polícia... É assim que terminam as pessoas que lutam por justiça neste país???? Estou em choque, arrasada. Este assassinato tem que ser investigado muito seriamente. Estes monstros não podem sair impunes. NÃO PODEM!!!", reclamou Mônica Iozzi.

"Marielle Franco, em nome da minha família, nosso respeito e reverência pela sua história e luta. Meu profundo sentimento à sua família. Hoje só pode ser o início de algo muito potente", opinou Fábio Assunção.

"Tiraram a vida de Marielle Franco. Assassinaram uma guerreira. Por ser negra, por ser mulher e por ser guerreira. Marielle dedicou sua vida à luta contra a injustiça e a barbárie. E morreu por isso. Não podemos nos calar. Marielle nunca se calaria", enalteceu Andreia Horta.

"Nada, nada justifica tamanho horror. Tento fechar os olhos, os ouvidos, ignorar os jornais, as conversas, a completa banalização da violência, como soluções possíveis pra seguir vivendo no meu mundinho privilegiado de classe média mas... não adianta... a maldade é real, pertence ao homem. Vereadora, mulher, negra, mãe, lésbica, favelada, socióloga, guerreira... executada, assassinada: é humilhante, é covarde, inaceitável, desesperador. Que espécie de animais somos nós? A que ponto chegamos. Marielle, espero que você encontre a paz pela qual tanto lutou. E que tanto nos falta aqui", falou Jhonny Massaro.

"Ela morreu, mas o amor será sempre a forma de luta dos fortes! Estamos chorando sua morte e nos conectando com seu amor pela vida", escreveu Daniela Mercury.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!