Topo

TV e Famosos

Par de Montaleone em novela, atriz fala de amizade com namorado de Sasha

Raquel Cunha/Globo
Juliane Araújo interpreta Maíra, uma das meninas do bordel em "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Raquel Cunha/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

21/03/2018 04h00

Nos próximos capítulos de "O Outro Lado do Paraíso", a prostituta Maíra (Juliane Araújo) ficará cada vez mais próxima de Johnny, irmão de Mariano (Juliano Cazarré), vivido por Bruno Montaleone. Depois de correr risco de morte com o desabamento da mina, ele passa a trabalhar como segurança do bordel e se declara para a garota.

"O Bruno é meu amigo pessoal e foi uma surpresa. A gente ficou a novela inteira querendo saber quem seria o irmão do Mariano", contou Juliane, ao UOL, na festa de 36 anos da promoter Carol Sampaio, que rolou no domingo (18), no Rio.

Amiga de Bruno, Juliane ainda não conhece Sasha Meneghel, que namora o ator desde o final do ano passado. "Não conheço, mas acho os dois lindos."

Malandro, o irmão de Mariano conquista Maíra e passa a explorá-la. "Acho que todo mundo pode se apaixonar sempre. Mas o Johnny não tem um caráter muito aceitável, até porque ele mente pro Mariano", analisa.

Ele vai usar seu charme para conseguir ganhar presentes e arranca um celular e um relógio de Maíra. As meninas do bordel tentam alertá-la que ele é interesseiro, mas a prostituta não dá ouvidos e dirá que faz isso por amor.

O bordel de Pedra Santa virou "point" de "O Outro Lado do Paraíso". Por lá já passaram alguns personagens importantes na trama de Walcyr Carrasco como Clara (Bianca Bin), Nádia (Eliane Giardini), Sophia (Marieta Severo) e Gustavo (Luís Melo).

"O bordel foi um sucesso inesperado, é impressionante. Já temos até uma piada dentro do núcleo: 'Quando eu vou parar no bordel?' O espaço fez tanto sucesso que todo mundo quer passar por lá", brinca Juliane.

A atriz conta que acha bonito como Maíra encara seu trabalho no bordel. Diferente das outras meninas, ela gosta de ganhar seu dinheiro com o que faz. "A Maíra maravilhosa porque ela é uma mulher emponderada a ponto de dizer: 'Sei o que quero, minha família inteira fez parte disso aqui e é um espaço que reconheço como meu'. Ela não está ali porque não teve outra oportunidade, está ali porque quer, porque gosta", acredita.

"Acho lindo contar isso porque essa personagem, na maioria das vezes, existe muito na vida. No nosso laboratório, as pessoas que a gente conheceu, encontrei inúmeras pessoas com esse discurso. Elas gostavam daquilo. Muitas tinham essa narrativa."

Raquel Cunha/Globo
Johnny (Bruno Montaleone) e Maíra (Juliane Araújo) Imagem: Raquel Cunha/Globo

A atriz já atuou em "Lado a lado" (2012), "Joia Rara" (2013), "Rebelde" (2013) , "Êta Mundo Bom!" (2016) e "Os Dias Eram Assim" (2017), mas ficou impressionada como se tornou mais conhecida do público ao atuar em uma novela do horário nobre.

"A gente trabalha para fazer o melhor. É uma novela das nove, todos os meus trabalhos foram das seis, com exceção da supersérie, mas uma novela das nove é muito amor", comemora.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber

Mais TV e Famosos