Topo

Famosos

Ator Felipe Titto condena assédio: "Já fui cantado acompanhado"

Amauri Nehn/Brazil News
Felipe Titto vai ao LollaPalooza Imagem: Amauri Nehn/Brazil News

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

23/03/2018 18h15

Felipe Titto  adora um agito, mas tudo tem limites. O ator de "O Outro Lado do Paraíso", que foi ao primeiro dia de LollaPalooza nesta sexta (23), diz que nem tudo é oba oba quando se trata de azaração.

"O assédio em si não tem limite. Assédio poder ser falado, gesticulado, em contato físico... Não pode quebrar a linha do respeito", afirma.

Solteiro, Titto conta que sofre assédio com frequência e criticou: "Você ouve coisas que não quer ouvir. Por exemplo, se está com uma pessoa e ouve outra mulher te cantando alto. Aí não dá", reclama.

Para ele, festival bom se resume a dois itens indispensáveis: banda boa e gente bonita.

E se está pronto para cair na pegação? Ele é direto ao ponto "Sim, né?", diz Titto, que foi ao festival para ver o Red Hot Chilli Peppers, banda de rock formada em Los Angeles (EUA).