Topo

Televisão

Sandra Annenberg chama Temer de "ex-presidente" e pede desculpas; veja

Do UOL, em São Paulo

10/04/2018 14h09

Sandra Annenberg cometeu um ato falho ao vivo no "Jornal Hoje" desta terça-feira (10) e chamou Michel Temer de "ex-presidente". A jornalista da Globo deslizou ao falar sobre os planos do presidente de se proteger de uma possível denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra ele.

Annenberg percebeu o engano e se corrigiu em poucos segundos. Depois, chamou a repórter Andreia Sadi, em Brasília (DF): "O ex-presidente... perdão, o presidente Michel Temer mudou a estratégia para se blindar no caso de uma eventual terceira denúncia da Procuradoria-Geral da República e intensificou as conversas com advogados e aliados".

Embora tenha consertado o erro rapidamente, a internet não perdoou. Telespectadores brincaram com o erro de Annenberg. Outros, contrários a Temer, comemoraram ao ouvir "ex-presidente" no telejornal da Globo.

Esta não foi a primeira vez que jornalistas da Globo chamam Temer de "ex-presidente". Em 17 de maio de 2017, William Bonner cometeu a mesma gafe na edição do "Jornal Nacional" sobre a delação premiada dos donos da JBS. Ele se corrigiu logo em seguida.

Menos de um mês depois, em 6 de junho, o repórter Júlio Mosquera chamou Temer de "ex-presidente" durante entrada ao vivo no "Jornal Nacional" para falar sobre o julgamento da chapa Dilma-Temer.

"Apenas um argumento foi diametralmente oposto. O advogado do ex..., do presidente... é... Michel Temer, Marcos Vinicius Furtado Coelho, alegou que não se pode julgar o presidente Michel Temer junto com a ex-presidente Dilma Rousseff, que são casos separados, contas separadas durante a campanha eleitoral", narrou Mosquéra.