Topo

Famosos

De Angélica a Mara: Detran-SP "flagrou" 22 famosos infratores no trânsito

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

15/04/2018 04h00

Usando sempre do bom humor, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), flagrou, via redes sociais, ao menos 22 famosos cometendo algum tipo de infração no trânsito ao longo de quase dois anos, segundo levantamento feito pelo UOL.

A lista é grande: de Mariana Weickert a Mano Brown, de Luana Piovani a Neymar, de Rodrigo Hilbert a Patricia Abravanel e Wanessa Camargo. Todos cometeram deslizes ao volante.

Angélica foi a primeira artista a levar bronca pública do órgão estadual, por ter falado ao celular enquanto dirigia em um quadro do programa "Estrelas", da TV Globo, em junho de 2016.

"É fã da Angélica? Conta pra ela, urgente, que falar ao telefone enquanto dirige diminui a atenção e a falta de atenção pode causar um baita acidente. Quem sabe na próxima, a pedido dos fãs, ela não vá de táxi", brincou o Detran-SP, fazendo o trocadilho com antiga música da apresentadora.

Em março, o rapper Mano Brown também foi advertido por dirigir sem cinto, enquanto gravava uma ação promocional para o Lollapalooza. Novamente, o órgão estadual entrou em ação, usou do bom humor e fez até uma rima com a advertência ao rapper.

"Mano Brown, na moral, cantar no Lollapalooza Brasil deve ser sensacional. Leva a galera, faz aquele som de responsa, mas vai só se for com cinto de segurança. Siga seguro, morô?", escreveu a página.

Usar ou manusear o celular ao volante é considerado uma infração gravíssima, com multa de R$ 239,47 e 7 pontos na carteira. Já a multa por não usar o cinto é de R$ 195,23 e 5 pontos na carteira.

Multas não podem ser aplicadas

Mas não se deixe enganar: os flagrantes ocorridos com Angélica, Mano Brown e as outras 20 celebridades jamais se converterão em multas, de fato.

De acordo com Celso Alves Mariano, especialista em leis de trânsito, o padrão de fiscalização adotado no Brasil não permite que uma autuação aconteça fora do tempo em que ela é cometida ou sem que o agente de trânsito veja diretamente o seu cometimento.

"Assim, um vídeo postado em redes sociais, onde o condutor ou passageiro apareça sem usar o cinto de segurança, por exemplo, não possibilita a autuação. O mesmo vale para fotos ou relatos de terceiros, de que fulano ou cicrano fez esta ou aquela manobra proibida", explica Mariano.

Ao UOL, por telefone, Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran-SP, defendeu as brincadeiras feitas pelo órgão nas redes sociais, pois entende que, mesmo não podendo multar, o alerta a famosos e anônimos "estimula a discussão sobre um tema de que pouca gente gosta de falar, que é a segurança no trânsito."

Vieira lembra que Luana Piovani foi a única celebridade que não gostou do "puxão de orelha" do Detran. Na ocasião, a atriz publicou vídeo dentro de um carro em movimento com os três filhos, sem cadeirinha e cinto de segurança.

"A nossa ideia não é punir, nem constranger ninguém. O objetivo é orientar para que possamos ter essa mudança de comportamento, com um trânsito mais seguro, mais cidadão, além de salvar vidas", finaliza.

Lista de famosos infratores

Patrícia Abravanal, Wanessa Camargo, Luan Santana, Cleo Pires, Denilson, Amaral, Simaria, Luana Piovani, Rodrigo Hilbert, Neymar, Mano Brown, Liniker, Débora Nascimento, Anitta, Firmino, Rodrigo Bocardi, Mara Maravilha, Mariana Weickert, MC Biel, MC Gui, Angélica e a ex-BBB Adélia. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!